Ato no MEC marca segundo dia de Seminário

Publicado em Sexta, 03 Junho 2016 19:33

DSC 0318 1

Duas mesas de debates abriram esta sexta-feira (3) e segundo dia do Seminário de Combate ao Racismo da CNTE, que acontece em Brasília.

Os temas discutidos foram “Já falei 10.639 vezes que racismo é crime. E aí, fazemos o que?” e “Formação e recursos didáticos para atuar em educação para relações etnicorraciais: ressignificando valores eurocêntricos.

"É muito importante estarmos reunidas hoje nesse Seminário, para discutirmos a educação e as relações etnicorraciais, pois o racismo é um fenômeno camaleônico que tem a capacidade de mudar e se ajustar aos novos tempos para se manter e perdurar, afirmou a Doutora em Antropologia e debatedora, Zélia Amador de Deus.

De acordo com a pós-doutora em Ciências Humanas e palestrante, Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva, "as mulheres negras continuam em marcha pelo direto à vida, pelo direito à humanidade, pelo direito a ter direitos e pelo reconhecimento e valorização das diferenças", ressaltou.

As mesas de debates foram encerradas e os participantes seguiram para o Ministério da Educação, para uma grande manifestação antirracismo e em favor da Educação.

"Saímos dos debates, que foram muito proveitosos, e fomos para a atuação. “Nos deslocamos para o Ministério da Educação para dizer ao responsável hoje pela pasta que nós não aceitaremos nenhum retrocesso das vitórias já conquistadas pelo movimento negro", enfatizou a Secretária de Combate ao Racismo da CNTE, Iêda Leal.

No período da tarde, quatro grupos de trabalho, simultâneos, também foram montados para debater diferentes temas como, “Mulheres negras e a educação escolar brasileira: em busca do bem viver”; “Recursos Didáticos – construindo uma educação antirracista no ambiente escolar”; “Por um currículo que descoloniza a educação escolar brasileira” e “Educação escolar e estratégias de enfrentamento ao genocídio da juventude negra.

De acordo com Clarice Pereira do APLB Sindicato, da Bahia, várias sugestões surgiram a partir dos debates, entre elas, “de se criar um curso, virtual ou presencial do idioma Yorùbá, promover a formação continuada para os educadores e cobrar dos órgãos estaduais e municipais para se tirar a Lei nº 10.639 da gaveta”, ressaltou.

“Avaliamos que o ambiente escolar não se limita à sala de aula, portanto é necessário que tenhamos materiais em todos os ambientes, pois todos os espaços são educativos, avaliou Celso José dos Santos, do APP/PR.

“Discutimos no grupo de trabalho, como os professores, a partir da CNTE, podem contribuir no cotidiano escolar, para um currículo descolonizado, mas que também é necessário descolonizar o pensamento das pessoas”, enfatizou Anatalina Lourenço do APEOSPE/SP.

No fim do dia, os participantes puderam assistir à apresentações musicais, de danças e literaturas organizadas pelos estados.

Confira mais fotos da CNTE no Facebook.

 
 
  21/09/2017
Boletim CNTE 801
19 de setembro: Jornada de Luta Latino-americana em Defesa da Educação Pública
INFORMATIVO CNTE 801  
 
 
Reunião do CNE discute a Reforma da Previdência (14/09/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE faz análise sobre o PL 6.847/17, que visa regulamentar o exercício da profissão de Pedagogo

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Através de suas diretoras e seus diretores, o Sinteal visitou, nos últimos dias, as escolas das redes públicas estaduais e municipais para distribuir o jornal “Sinteal na Bienal”, produzido especialmente para a 8ª...
Nesta segunda-feira (25/9), em Brasília, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) se mobilizaram na campanha pela coleta de assinaturas pela...
Hoje, dia 25 de setembro, o presidente da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, a Secretaria da Comunicação, Deumeires de Morais e Sec. dos Funcionários...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais da educação básica brasileira, torna pública a sua solidariedade COM famílias...
Representado por sua diretora jurídica, Cícera Ferreira da Silva, e pela advogada da entidade, Drª Betânia Pereira, o Sinteal se reuniu, na sexta-feira (22), em Arapiraca, com o professor Daniel Macedo, da Escola Estadual...
Cinco professores resistem à greve de fome e completam 112 horas sem alimentação. A greve de fome é um ato de resistência em protesto ao corte de pontos dos trabalhadores em greve que já chega há 20...
A delegação brasileira, formada por representantes da Contee, da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e da Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de...
Apoiando a cultura, a APLB Feira participou e apoiou o “Aberto do Cuca” - evento que comemora os 22 anos do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) - nesta quinta, 21. Trabalhadores em Educação participaram com a...
O petróleo é da nação, para a saúde e a educação! A CNTE convoca entidades filiadas para a mobilização que vai acontecer em todo o país no dia 3 de outubro pela Soberania Nacional....
O Paulo Freire em setembro realizou, na terça-feira (19), uma Jornada Latino Americana de Luta em Defesa da Educação Pública, Gratuita, Laica e Emancipadora. Pela manhã, a iniciativa foi toda realizada no...
Diretoras do Sinteal participaram, na tarde dessa quinta-feira (21/09), no auditório da Câmara Municipal de Vereadores de Maceió, no Centro desta capital, de um ato conjunto juntamente com companheiras dos demais movimentos...
Na tarde dessa quarta-feira (20), as diretoras do Sinteal Ivanilza Fabricio e Neide Aparecida, junto com a assessoria jurídica da entidade, estiveram reunidas na Promotoria de Justiça de Maragogi, com a Drª. Francisca Paula...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.