Juventude sindical mostra sua força em encontro da CNTE

Publicado em Sexta, 12 Agosto 2016 20:11

DSC 0021 resized 5

Com o tema “Resistir aos ataques à democracia, à educação e aos direitos de cidadania” iniciou hoje (12), em Brasília, o II Encontro Nacional da Juventude. O evento é realizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

O objetivo do evento é debater a política de organização dos educadores jovens dentro dos sindicatos e o papel da juventude na educação brasileira.

A Secretária de Combate ao Racismo da CNTE, Iêda Leal, iniciou a reunião dando as boas-vindas aos jovens presentes. Ela destacou a importância do evento, já que os jovens são os principais atingidos pela falta de políticas educacionais. "Precisamos nos unir e buscar meios de nos relacionarmos com esses profissionais da Educação para trazer a juventude para dentro do sindicato", disse Leal.

A primeira mesa de debates, com o tema “Financiamento da educação e carreira”, foi aberta pelo professor Otaviano Helene, do Instituto de Física da USP.

Para o professor, o grande problema da educação e das demais áreas de interesse público do Brasil é o financiamento. “A sonegação fica com 10% do PIB; as alíquotas de impostos diretos são muito baixas, não há impostos sobre grandes fortunas. Diante disto, percebemos que os interesses das elites econômicas precisam ser enfrentadas, pois eles não se preocupam com a educação”, ressaltou Helene.

De acordo com o assessor da CNTE, Eduardo Ferreira Beurmann, que também participou da mesa, há um montante de dinheiro que é arrecado e não vai para o financiamento da educação. “É necessário rever esta arrecadação para chegarmos aos 10% do PIB. Atualmente, todas as propostas do PNE estão ameaçadas por muitos projetos que estão no Congresso, como o PLP 257, a PEC 241 e o PL 4.567. É tarefa nossa combater esta ofensiva neoliberal".

Os participantes puderam discutir ainda “A democracia e o currículo escolar”. A Secretária Executiva da CNTE, Lirani Maria Franco, que participou da mesa, afirmou que é necessário ouvir a voz dos jovens".

“A nossa intenção é debater e planejar as ações da CNTE para que esses jovens se envolvam ainda mais com a luta sindical e assim construir novas lideranças”, explica a secretária.

Para o diretor pedagógico do Instituto Paulo Freire (IPF), Paulo Roberto Padilha, é preciso mais união entre os movimentos, para enfrentar a conjuntura.

"A gente tem que saber respeitar as diferenças e as semelhanças. Temos que saber conviver com as diferenças sociais, culturais e assim construir um mundo mais justo. A direita se une fácil, e nós, da esquerda, temos que nos unir com mais facilidade,” ressaltou Padilha.

"Nós precisamos nos apoderar dos conhecimentos que nós construímos ao longo dos anos para enfrentar esse golpe em curso. Temos que recuperar nossa prática de mobilização. Não é tempo de descansar é tempo de resistir e lutar", enfatizou a assessora de formação da CUT, Maria Frô.

“Esse encontro foi aberto em um dia muito oportuno já que hoje 12 de agosto é comemorado o dia internacional da juventude. E o que queremos é envolver o jovem nas pautas sindicais e que desse encontro os sindicatos assumam o compromisso de organizar os coletivos em seus estados e que esses possam promover espaços de debate político e militância sindical”, esclarece Carlos Guimarães, coordenador do coletivo de juventude da CNTE.

Coletivo

O Coletivo da Juventude da CNTE existe há 5 anos e se reúne periodicamente para tratar de temas de interesse dos jovens educadores e propor propostas específicas para o setor.

Dia Internacional da Juventude

Celebrado no dia 12 de agosto, o Dia Internacional da Juventude foi instituído pela Assembleia Geral da ONU em 1999, como resultado da Conferência Mundial dos Ministros Responsáveis pelos Jovens, em Lisboa.

No Brasil, a data entrou para o calendário oficial através do Decreto 10.515, do ano de 2002.
A comemoração pretende dar mais visibilidade aos problemas enfrentados pela juventude, tais como a educação de baixa qualidade, más condições de vida e desrespeito aos direitos do cidadão. Além disso, o Dia Internacional da Juventude visa instigar o comprometimento de toda a sociedade com a causa.

Confira mais fotos do evento na página da CNTE no Facebook.

 
 
  13/10/2017
Boletim CNTE 803
15 de outubro - Dia de Luta pela Educação e pelo Brasil
INFORMATIVO CNTE 803  
 
 
Uma homenagem a todos/as que fazem da escola um local de dedicação e amor (15/10/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE avalia como retrocesso a decisão do STF em permitir o proselitismo religioso nas escolas públicas

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Os diretores do Sinte-PI, João Correia e Filomena Cristina, juntamente com os dirigentes do Núcleo Regional de José de Freitas visitaram a Unidade Escolar Elon Machado Moita, no município de Lagoa Alegre do Piauí,...
Em resposta à truculência do prefeito de Matriz do Camaragibe com os trabalhadores e as trabalhadoras em educação, o Sinteal realizou, na manhã desta terça-feira (17/10), um ato público de protesto pelas...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) convoca os/as trabalhadores/as das rede municipais e estadual de educação para a mobilização contra a PEC 10/2017, que congelará os...
Mais do que o Dia do Professor, o 15 de outubro foi momento de relembrar as lutas da Educação e render homenagens aos educadores do país. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE...
Presente em quase todos os municípios de Alagoas com seus núcleos regionais e municipais, o Sinteal dá início, a partir da próxima quinta-feira (19), à “Caravana do Sinteal: porque a luta não...
O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE, Heleno Araújo, participará da conferência-debate “Depois de Lula: educação e sociedade no Brasil”, que...
Foto: Elza Fiuza A falta de reconhecimento e de condições de trabalho tem atraído cada vez menos alunos para uma profissão que já esteve entre as mais valorizadas no país: a de professor. A cada 100 jovens...
O Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) lançou nota de repúdio sobre a ingerência do Sistema CREF/CONFEF no trabalho dos professores e professoras de Educação Física na escola de...
O Coordenador Geral do ASPROLF, Valdir Silva, participou na manhã desta terça-feira (11/10), de uma reunião de pais e/ou responsáveis na Escola Municipal Ipitanga no Centro de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (SINTET) vem a público manifestar repúdio ao pronunciamento do deputado estadual, Alan Barbiero, pelo seu desnecessário posicionamento a respeito da...
Neste mês de outubro, o Sinteal, através de suas diretoras e seus diretores, veste literalmente a camisa em apoio à Campanha “Outubro Rosa”, versão 2017. O “Outubro Rosa” é um movimento que...
Com caras pintadas, segurando bandeiras e faixas, estudantes de escolas estaduais participam nesta quarta-feira (11), do acampamento na Assembleia Legislativa contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 10/2017,...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.