Protestos marcam entrega da Medalha da Inconfidência, em Ouro Preto (MG)

Publicado em Segunda, 24 Abril 2017 09:54

A entrega da Medalha da Inconfidência foi marcada por protesto de servidores, sindicatos e movimentos sociais nesta sexta-feira (21) em Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais. De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE MG), o ato na Praça da Rodoviária reuniu cinco mil pessoas. A Polícia Militar não divulgou número de participantes.

O protesto foi contra as reformas da previdência, trabalhista e contra a terceirização. Conforme o sindicato, houve grande adesão de professores e trabalhadores da educação, que também cobram o pagamento retroativo do piso nacional. Houve um início de confusão quando um policial tentou rebocar um carro dos manifestantes.

A coordenadora-geral do Sind-UTE e presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Minas Gerais, Beatriz Cerqueira, participou do ato. Ela estava entre os agraciados com a medalha, mas decidiu não se juntar às personalidades homenageadas. O sindicato informou que ela agradeceu a indicação, mas entendeu que deveria ficar ao lado da categoria.
A lista de agraciados pelo governo do estado inclui 171 nomes, entre governadores, parlamentares, magistrados, artistas, professores, militares, juristas, médicos, advogados, gestores públicos, historiadores, religiosos e empresários. Dentre ele, cinco políticos envolvidos nas delações da Odebrecht e em investigações da Operação Lava Jato. São eles os governadores do Acre, Sebastião Viana (PT); de Alagoas, Renan Filho (PMDB); da Bahia, Rui Costa (PT); do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), e o deputado federal Fábio Ramalho (PMDB). Destes, apenas Renan Filho compareceu.
O próprio governador Pimentel, orador da cerimônia, figura em petições do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin, que enviou para o Superior Tribunal de Justiça as investigações a respeito do chefe do Executivo mineiro.

O Sind-UTE informou que os manifestantes não tiveram acesso à Praça Tiradentes, onde ocorreu a cerimônia, e que, no caminho a Ouro Preto, passaram por revistas que atrasaram a chegada de ônibus, vindos de várias regiões do estado.
"21 de abril é um dia estadual de protestos. Nós viemos para cá há anos, trazendo nossas pautas nacionais e estaduais. [...] A cidade de Ouro Preto deveria estar hoje sem grades, com a praça aberta a toda a população. Quem tem medo da gente, quem tem medo do povo. Não precisa de grades numa cidade bonita como Ouro Preto, que celebra a Inconfidência", disse Beatriz Cerqueira.

Por meio de nota, a assessoria do governo de Minas disse que não houve restrição. "Esclarecemos que não houve qualquer restrição à participação de pessoas durante a solenidade, apenas um controle de acesso – medida de segurança adotada rotineiramente em todos as demais edições. Para toda e quaisquer pessoas que acompanharam a solenidade na Praça Tiradentes houve identificação e credenciamento prévio, procedimento normal que visa garantir a segurança de todos os presentes. O Governo de Minas Gerais reafirma seu compromisso de plena participação popular em eventos cívicos".

Como parte do ato, foi feita uma cerimônia paralela de entrega de medalhas para homenagear entidades e pessoas que representam a luta dos trabalhadores. Vítimas do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, também foram lembradas.

Dentro da área da cerimônia, também houve protesto. Convidados gritaram "fora Temer" durante o discurso do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT).

(Portal G1, 21/04/2017)

 
 
  19/06/2018
Boletim CNTE 815
Instituto divulga relatório sobre o PNE e os resultados tendem a piorar
INFORMATIVO CNTE 815  
 
 
Heleno Araújo conclama categoria para apoiar greve dos eletricitários
 
 

Programa 602: Heleno Araújo participa de audiência pública no senado sobre violência nas escolas

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo), através de seu secretário-geral, professor Leandro de Oliveira, está no Japão, participando de um intercâmbio de sindicalistas da...
Por *Denor Ramos A ausência de placa no portão de entrada e duas faixas fixadas pelo grêmio estudantil nas grades sobre o muro trazendo as frases “Governador, reforma urgente! 10 anos de espera” e “O governo...
Por Helenir Aguiar Schürer (*) Nesta semana, São Lourenço do Sul se tornou a primeira cidade gaúcha a aprovar a Lei da Mordaça, com a roupagem de “Escola Sem Partido”. Caso o Executivo sancione a censura em...
Uma das principais bandeiras do governo Michel Temer, o novo teto para gastos públicos – instituído pela Emenda Constitucional 95, de dezembro de 2016 – é alvo de um “pacote” de sete ações de...
Em assembleia realizada pelo Sinteal nesta quarta-feira (18), trabalhadoras/es da educação da rede municipal de Maribondo decidiram recusar a proposta de reajuste apresentada pela prefeitura, a categoria reivindica que a proposta respeite...
O sétimo dia de greve dos trabalhadores em educação da rede municipal (17/07) começou vitorioso com uma assembleia bastante concorrida e participativa, onde a categoria avaliou a greve, dando destaque ao descaso do Executivo...
Em uma data histórica para a luta sindical em Alagoas, os/as servidores/as públicos/as municipais de Maceió, organizados por suas entidades (Sinteal, SindPrev, SindsPref, Saseal, entre outras; apoiadas pela CUT/AL), realizaram, na...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação - CNTE, entidade representativa de mais de 4 milhões de trabalhadores das escolas públicas brasileiras, vem a público REPUDIAR a...
Representado por diretores/as da executiva estadual, o Sinteal participou, na manhã desta segunda-feira (16), de ato público em favor da garantia da destinação dos 60% (sessenta por cento) dos recursos dos precatórios...
A formatura de 74 novos professores do estado de Guerrero, no México, em 13 de julho, não estava completa. Faltavam os 43 estudantes da Escola Normal Rural Raul Isidro Burgos, desaparecidos em 26 de setembro de 2014. O nome de cada um foi...
Na última sexta, dia 13, comemoramos, em Assembleia festiva, uma série de avanços conquistados nas negociações da pauta reivindicatória 2018 (7% de aumento, a equiparação do auxiliar de classe com...
Nesta segunda-feira (16) completa o sexto dia da greve da Educação Municipal de Salvador que teve início na quarta-feira (11). A mobilização e disposição de luta continua firme e crescendo, apesar das...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.