Trabalhadores da educação e estudantes fazem atos em defesa de direitos

Publicado em Sexta, 30 Junho 2017 17:04

São Paulo – Trabalhadores da educação e estudantes ocuparam ruas e praças na manhã de hoje (30) dia nacional de greves e paralisações em defesa dos direitos e contra as reformas da Previdência e trabalhista, propostas pelo presidente Michel Temer (PMDB).

O dia de luta dos estudantes secundaristas começou cedo no Rio de Janeiro. Integrantes da Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas (Ames RJ) se uniram aos trabalhadores dos Correios, fechando a principal unidade operacional no estado.

Professores e alunos da rede privada também aderiram à mobilização nacional. No começo da tarde fizeram ato no Largo do Machado.

Pela manhã, professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) fizeram manifestação em frente ao Palácio Guanabara, sede do governo. A atividade contou com aula pública que debateu a ação das universidades contra as reformas, ministrada pelos professores Gaudência Frigotto, da Uerj, e Mariana Trotta, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Em São Carlos (SP), pela manhã, servidores da Universidade Federal (Ufscar) fizeram assembleia em frente à universidade e seguiram em marcha com outros coletivos em direção ao centro da cidade, em protesto contra as reformas e o governo Temer.

No Distrito Federal, representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), com entidades filiadas e centrais sindicais, fizeram ato público pela manhã na Praça do Relógio, em Taguatinga. O presidente da CNTE, Heleno Araújo, destacou a importância da ocupação dos espaços públicos pelos trabalhadores e a mobilização constante. Em Campo Grande, os trabalhadores fizeram ato na praça Ari Coelho.

Em Brasília, 70% dos estudantes de escolas públicas não tiveram aulas, de acordo com o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF).

Em Porto Alegre, durante piquete na Carris, zona leste, dezenas de pessoas que apoiavam a mobilização dos trabalhadores foram detidas pela Brigada Militar. O ex-vice presidente do Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul (CPERS) Vitor Espinoza e o dirigente da CTB Raúl Cerveira foram detidos e levados ao Palácio da Polícia, sob acusação de porte de explosivo.

Houve repressão em toda a cidade, com desmonte de piquetes pela Brigada Militar e uso de bombas de gás lacrimogêneo sobre estudantes e trabalhadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) nos campus do Vale e Central.

Em Belo Horizonte, estudantes da Escola Estadual Olegário Maciel e do Estadual Central começaram cedo concentração para ato no centro da cidade.

(Rede Brasil Atual, 30/06/2017)

 
 
  02/02/2018
Boletim CNTE 811
Preparação e a realização das Conferências Populares de Educação
INFORMATIVO CNTE 811  
 
 
INSTITUCIONAL CNTE | Resistência e Convocação para a Conape 2018 (01/12/2017)
 
 

Programa 597: CNTE faz balanço das lutas de 2017

 
 

Nota Pública: Paulo Freire continua sendo o patrono da educação brasileira

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A partir desta quarta-feira (21/02), as aulas estarão suspensas nas escolas estaduais. Isso porque os trabalhadores em educação se reuniram em assembleia na quinta-feira, dia 15/02, e decidiram entrar em greve por tempo...
A falta da certidão que atesta o tempo de atividade escolar tem atrasado a aposentadoria de alguns professores (as) da rede pública estadual no Tocantins. De acordo a assessoria jurídica do Sindicato dos Trabalhadores em...
Em assembleia realizada com a base municipal de Maceió, nesta terça-feira (20/2), o Sinteal foi informado que a Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) vem determinando a elaboração do...
Nesta segunda-feira (19/2), o SINTEGO marcou presença em um grande Ato contra a Reforma da Previdência do governo golpista de Michel Temer, em Goiânia. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás –...
Dando continuidade às atividades do Dia Nacional de Luta e Resistência contra a Reforma da Previdência do golpista e ilegítimo “Governo” Michel Temer, o Sinteal, através de sua diretoria executiva estadual,...
Professora Bebel - Maria Izabel Azevedo NoronhaPresidenta da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo) A decisão do presidente da Câmara dos Deputados de suspender a votação da reforma da...
Manifestantes realizam protestos nesta segunda-feira (19) contra a reforma da Previdência. A mobilização foi convocada por centrais sindicais. Em vários estados houve paralisação no transporte no início...
No início da manhã desta segunda-feira (19), dia nacional de luta contra a Reforma da Previdência, o Sinteal participou de uma panfletagem no terminal de ônibus do Benedito Bentes, dialogando com a população e...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) participou nesta segunda-feira (19.01) da mobilização contra a “reforma” da Previdência, em Cuiabá. O ato foi realizado na sede do...
Com trio elétrico ao som do samba enredo da escola de Samba Tuiti (RJ), "Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?” os trabalhadores da educação do município de Lauro de Freitas (Região...
Os trabalhadores da rede estadual de educação rejeitaram a proposta apresentada pelo governo e aprovaram por unanimidade a greve geral por tempo indeterminado a partir do dia 23 de fevereiro. “A proposta não contempla os...
A CUT, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), demais centrais sindicais e movimentos sociais estão nas ruas nesta segunda-feira (19) lutando contra a reforma da Previdência de Temer que...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.