Cidades têm protestos contra reforma da Previdência e terceirização

Publicado em Sexta, 31 Março 2017 10:37

ms reforma prev

Algumas cidades do país registram ou já registraram protestos contra a reforma da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer. Grupos convocados por centrais sindicais e movimentos sociais também se manifestam contra o projeto de terceirição, aprovado na Câmara na última semana.

No início da manhã desta sexta-feira (31), vias foram fechadas em São Paulo, Salvador, Vitória e Recife, entre outras cidades.

Veja a situação em cada estado:

Bahia
Um grupo de pessoas fechou a Avenida ACM, sentido Avenida Paralela, em Salvador, entre as 7h40 e 9h. Segundo a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), o trânsito ficou parado no local. O número de manifestantes não foi informado pela polícia ou pelos organizadores.

Espírito Santo
Um grupo de trabalhadores de diversas categorias protestou nesta manhã em frente à sede da Petrobras, em Vitória. A manifestação começou por volta das 7h10. Por volta das 9h15, o grupo saiu em caminhada pela Reta da Penha, no sentido Centro, bloqueando duas faixas da avenida. Segundo a Guarda Municipal de Vitória, aproximadamente 50 pessoas participam do ato. A organização do protesto ainda não informou o número de participantes.

Goiás
Entidades sindicais e diversas categorias de trabalhadores protestam diante da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), em Goiânia. O ato começou por volta das 9h. De acordo com organizadores, cerca de cinco mil pessoas participam. Já a Polícia Militar estimou, por volta das 9h40, que eram cerca de 400 manifestantes.
Mais tarde, os manifestantes pretendem sair em caminhada até o coreto da Praça Cívica, no Centro, onde devem se encontrar com integrantes de outras entidades sindicais.

Mato Grosso do Sul
Trabalhadores bloquearam rodovias federais e fizeram um protesto em Campo Grande, onde cerca de 450 pessoas se reuniram diante de um canteiro de obras, no bairro Vivendas do Bosque, segundo organizadores. A polícia não acompanhou o ato, que começou por volta das 6h30 (de MS) e foi até as 8h30.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), às 7h47 (de MS), havia pontos de bloqueio nas BR-060 em Sidrolândia, BR-262 em Três Lagoas, BR-262 em Corumbá e BR-163 em Sonora.
A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems) informou que também ocorrem bloqueios de rodovias em Mundo Novo, Aparecida do Taboado, Bataguassu e Jardim. Números de manifestantes em rodovias não foram informados pela polícia ou pelos organizadores.

Minas Gerais
Integrantes de movimentos sociais interditaram duas rodovias que dão acesso à Uberlândia (MG). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 40 pessoas fecharam o Km 78 da BR-050, saída para Uberaba (MG) e outro grupo, de quantidade não informada, está na BR-452, de acesso a Araxá.

Professores e trabalhadores rurais de Francisco Sá (MG) fazem uma caminhada pela BR-251, o que interditou parcialmente a via. Segundo os organizadores, cerca de 300 pessoas participam do ato; a polícia não informou o número de manifestantes. O ato começou às 7h e deve terminar às 11h.

Pernambuco
Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) interditaram os dois sentidos da BR-101, no trecho próximo ao Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa), na Zona Oeste do Recife. O bloqueio começou por volta das 6h30 e terminou às 8h30. Segundo organizadores, cerca de 300 pessoas participaram do ato. A Polícia Militar não acompanhou o protesto.

São Paulo
Na região metropolitana de São Paulo, houve ao menos três protestos. Os números de manifestantes não foram informados. Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) atearam fogo a pneus e bloquearam trecho da Avenida Oscar Niemeyer, perto do Rodoanel em Mauá, na Grande São Paulo. Segundo a Polícia Militar, às 7h a pista já havia sido liberada. Também houve bloqueio na Estrada do M'Boi Mirim, Zona Sul de São Paulo, e no km 247 da Rodovia Régis Bittencourt, na região de Taboão da Serra.

Dois mil trabalhadores da Volkswagen paralisaram por cerca de uma hora as atividades nesta manhã em Taubaté (SP). A manifestação teve início por volta das 6h e atrasou a entrada na fábrica em uma hora.
Também foi registrado um ato de bancários em Sorocaba. O grupo concentrou se na rua São Bento e anda por diversas ruas até chegar à praça Central. Por volta das 9h50, eles caminhavam pela rua Álvaro Soares. A organização não divulgou o número de participantes.

(Portal G1, 31/03/2017)

 
 
  13/10/2017
Boletim CNTE 803
15 de outubro - Dia de Luta pela Educação e pelo Brasil
INFORMATIVO CNTE 803  
 
 
Uma homenagem a todos/as que fazem da escola um local de dedicação e amor (15/10/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE avalia como retrocesso a decisão do STF em permitir o proselitismo religioso nas escolas públicas

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Os diretores do Sinte-PI, João Correia e Filomena Cristina, juntamente com os dirigentes do Núcleo Regional de José de Freitas visitaram a Unidade Escolar Elon Machado Moita, no município de Lagoa Alegre do Piauí,...
Em resposta à truculência do prefeito de Matriz do Camaragibe com os trabalhadores e as trabalhadoras em educação, o Sinteal realizou, na manhã desta terça-feira (17/10), um ato público de protesto pelas...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) convoca os/as trabalhadores/as das rede municipais e estadual de educação para a mobilização contra a PEC 10/2017, que congelará os...
Mais do que o Dia do Professor, o 15 de outubro foi momento de relembrar as lutas da Educação e render homenagens aos educadores do país. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE...
Presente em quase todos os municípios de Alagoas com seus núcleos regionais e municipais, o Sinteal dá início, a partir da próxima quinta-feira (19), à “Caravana do Sinteal: porque a luta não...
O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE, Heleno Araújo, participará da conferência-debate “Depois de Lula: educação e sociedade no Brasil”, que...
Foto: Elza Fiuza A falta de reconhecimento e de condições de trabalho tem atraído cada vez menos alunos para uma profissão que já esteve entre as mais valorizadas no país: a de professor. A cada 100 jovens...
O Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) lançou nota de repúdio sobre a ingerência do Sistema CREF/CONFEF no trabalho dos professores e professoras de Educação Física na escola de...
O Coordenador Geral do ASPROLF, Valdir Silva, participou na manhã desta terça-feira (11/10), de uma reunião de pais e/ou responsáveis na Escola Municipal Ipitanga no Centro de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (SINTET) vem a público manifestar repúdio ao pronunciamento do deputado estadual, Alan Barbiero, pelo seu desnecessário posicionamento a respeito da...
Neste mês de outubro, o Sinteal, através de suas diretoras e seus diretores, veste literalmente a camisa em apoio à Campanha “Outubro Rosa”, versão 2017. O “Outubro Rosa” é um movimento que...
Com caras pintadas, segurando bandeiras e faixas, estudantes de escolas estaduais participam nesta quarta-feira (11), do acampamento na Assembleia Legislativa contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 10/2017,...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.