PB: MPF quer saber do prefeito de João Pessoa destinação dada a recursos destinados à educação

Publicado em Sexta, 14 Julho 2017 09:59

Luciano Cartaxo

O procurador da República José Guilherme Ferraz requereu ao Juízo da 1ª Vara Federal na Paraíba, que o município de João Pessoa (PB), representado pelo prefeito Luciano Cartaxo, seja intimado a informar que destinação deu e dará aos recursos recebidos e a receber através dos precatórios decorrentes do Fundef relativos ao período de 2002 a 2006 recebidos da União, a título de complementação.

O representante ministerial requereu ainda que seja indeferida a expedição de precatório quanto a valores que ainda estejam pendentes, caso a destinação não seja exclusivamente para a manutenção e desenvolvimento do ensino, “conforme ficou explicitamente consignado na decisão exarada por esse Juízo”.

Ao fundamentar o requerimento, ele citou recentes e reiteradas decisões do Superior Tribunal de Justiça, no sentido de que os recursos do Fundeb, independentemente de origem, não podem ser utilizados para fins diversos de suas destinações constitucionais e legalmente definidas no artigo 60 da Constituição Federal e na Lei Complementar n. 101/00, que são educação básica e remuneração dos trabalhadores em educação.

Magistério sem participação percentual

A intervenção do MPF na Ação de Execução de Sentença n. 0011123-13-2007.4.05.8200 se deu após representação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de João Pessoa (Sintem-JP), questionando a destinação dada a R$ 84.164.408,83 repassados através de precatório pelo Fundef à PMJP no final de 2014, acrescidos de R$ 6.208.538,85, relativos a atualização de valor no final de 2015, dos quais 60% deveriam ter sido destinados aos profissionais do ensino fundamental.

A vultosa quantia decorreu da procedência de Ação Ordinária movida pela Prefeitura contra a União Federal, que reconheceu a ocorrência de repasses menores que os previstos em lei, entre os anos de 2002 e 2006. A Prefeitura busca ainda através da referida ação, a liberação de um saldo remanescente de R$ 32.909.882,17 (trinta e dois milhões, novecentos e nove mil, oitocentos e oitenta e dois reais e dezessete centavos), valor este atualizado até janeiro de 2012.

Destinação exigida por lei

A destinação de 60 % para pagamento de salários de professores, que é garantida por força da Lei 9424/96 e Emenda Constitucional nº 56/2006, foi estendida até o ano de 2020, apenas com a modificação da nomenclatura, de Fundef para Fundeb, independente do que for gasto com educação.

A estimativa é que professores, efetivos e contratados nesse período, além dos hoje inativos, sejam beneficiários do referido percentual. A decisão de buscar os competentes meios judiciais para garantir esse direito foi tomada, à unanimidade, pelos trabalhadores em educação do município, durante Assembleia.

(Sintem/JP, 14/07/2017)

 
 
  06/09/2017
Boletim CNTE 800
Educadores/as brasileiros/as se somam ao 23º Grito dos Excluídos
INFORMATIVO CNTE 800  
 
 
Reunião do CNE discute a Reforma da Previdência (14/09/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE faz análise sobre o PL 6.847/17, que visa regulamentar o exercício da profissão de Pedagogo

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O SINTET realizou nos dias 15 e 16 de setembro, a Plenária da Direção Estadual em homenagem ao Centenário da 1ª Greve Geral e da Revolução Russa, “100 anos depois a luta continua”.  Na...
Após deliberação em assembleia, o SIMMP convoca todos os Profissionais da Educação municipal a paralisar as suas atividades no dia 20 de setembro de 2017. Nessa data, todas as escolas e creches da rede...
Entre os dias 15 e 17 de novembro, acontece o IV Encontro Pedagógico Latino-Americano: Programa e Experiências Pedagógicas, no Centro de Convenções do Actuall Hotel, em Belo Horizonte (MG). A Confederação...
Em setembro é comemorado o aniversário de Paulo Freire e para celebrar esta data, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) incluiu a “Jornada Latino Americana de Luta em Defesa da...
O núcleo regional do Sinteal de Penedo realizou, na manhã da última sexta-feira, um ato público em solidariedade aos alunos da Escola Estadual Pedro Reys, situada no município de Igreja nova e que estão sem...
Na tarde do dia 14 de setembro, o deputado estadual Bruno Toledo do PROS, em mais uma demonstração de ausência de compromisso com o diálogo e com a pluralidade democrática, utilizou o espaço da tribuna para...
O Conselho Nacional de Entidades – CNE, instância deliberativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, que reuniu em Brasília nos dias 14 e 15 de setembro de 2017 mais de 100...
Os professores da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de Salvador), foram surpreendidos na noite dessa quinta-feira (14/09), com o recebimento de um áudio (via WhatsApp), onde homens que se identificam como...
Na última segunda-feira (11), os diretores do Sinteal, Consuelo Correia e Edilton Dantas, acompanhados da advogada da entidade, Dra. Maria Betânia, estiveram na sede da AMA – Associação dos Municípios Alagoanos,...
A coordenação do Fórum Sindical - Orlando Francisco (Sintep/MT), Cledson Gonçalves (Siagespoc) e João Batista Pereira (Sindspen-MT) - informa que o governo do Estado confirmou para segunda-feira (18/09), às...
Fortalecer as lutas contra as reformas e projetos de lei golpistas foi o eixo dos debates realizados na reunião do Conselho Nacional de Entidades (CNE) da CNTE realizada nesta sexta-feira (15). Entre as estratégias para barrar as reformas...
“A reforma da previdência é uma necessidade imposta pelo capital financeiro, em meio a cenário de incerteza e crise. É importante a resistência, com o movimento popular e atuação no congresso”....
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.