PB: TCU apura aplicação de recursos de precatórios do Fundef por municípios paraibanos, dentre eles, João Pessoa

Publicado em Segunda, 04 Setembro 2017 11:16

TCU apura

O Tribunal de Contas da União encaminhou ao MPF, Polícia Federal, Tribunal de Contas e Ministério Público do Estado da Paraíba, cópia da decisão que garante exclusividade da aplicação de recursos do Fundef em ações da área de educação, como garantido pela ADCT e Leis 9.424/1996 (Fundef) e 11.494/2007 (Fundeb).

A decisão se deu após julgamento pelo TCU, de representação formulada pelo Ministério Público nas esferas estadual, federal e de contas do estado do Maranhão acerca de possíveis irregularidades na destinação de verbas oriundas de pagamento de precatórios aos municípios que, a exemplo dos paraibanos, fazem jus a diferenças devidas pela União, no âmbito do extinto Fundef.

Competência de fiscalização

O TCU firmou, à unanimidade, dentre outros entendimentos, que os recursos provenientes da referida complementação devem ser recolhidos integralmente à conta bancária do Fundeb, para garantir-lhes a finalidade constitucionalmente prevista e a rastreabilidade, e que a competência para fiscalizar a aplicação desses recursos, ainda que oriundos de sentença judicial é exclusiva dele, uma vez que são de origem federal.

A Corte Superior de Contas também decidiu que o desvio na destinação desses recursos implica na imediata recomposição do Erário, devendo ser imputada responsabilidade pessoal do gestor que lhe deu causa. Nesse contexto, foi concedido um prazo de 90 dias à Segecex para que certifique se todos os estados e municípios beneficiados pela condenação judicial transitada em julgado recolheram integralmente os recursos federais.

TCE-PB avoca competência

Ao responder consulta formulada pelo prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, o Tribunal de Contas da Paraíba, através de processo relatado pelo conselheiro Fernando Catão, decidiu em sentido contrário acerca dessa vinculação de recursos financeiros oriundos de decisões judiciais que tratam de despesas do Fundef/Fundeb e, discordando da incompetência arguida pela Consultoria Jurídica Administrativa, os reconheceu como integrantes da receita do município de João Pessoa, aplicáveis em “outras políticas públicas”.

Investigação do MPF

O procurador da República José Guilherme Ferraz requereu ao Juízo da 1ª Vara Federal na Paraíba, que o município de João Pessoa, representado pelo prefeito Luciano Cartaxo, informe que destinação deu e dará aos recursos recebidos e a receber através dos precatórios decorrentes do Fundef relativos ao período de 2002 a 2006 a título de complementação, num montante de mais de R$ 100 milhões, bem como seja indeferida a expedição de precatório quanto a valores que ainda estejam pendentes, caso a destinação não seja exclusivamente para a manutenção e desenvolvimento do ensino.

(Sintem-JP, 04/09/2017)

 
 
  02/02/2018
Boletim CNTE 811
Preparação e a realização das Conferências Populares de Educação
INFORMATIVO CNTE 811  
 
 
INSTITUCIONAL CNTE | Resistência e Convocação para a Conape 2018 (01/12/2017)
 
 

Programa 597: CNTE faz balanço das lutas de 2017

 
 

Nota Pública: Paulo Freire continua sendo o patrono da educação brasileira

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Manifestantes realizam protestos nesta segunda-feira (19) contra a reforma da Previdência. A mobilização foi convocada por centrais sindicais. Em vários estados houve paralisação no transporte no início...
No início da manhã desta segunda-feira (19), dia nacional de luta contra a Reforma da Previdência, o Sinteal participou de uma panfletagem no terminal de ônibus do Benedito Bentes, dialogando com a população e...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) participou nesta segunda-feira (19.01) da mobilização contra a “reforma” da Previdência, em Cuiabá. O ato foi realizado na sede do...
Com trio elétrico ao som do samba enredo da escola de Samba Tuiti (RJ), "Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?” os trabalhadores da educação do município de Lauro de Freitas (Região...
Os trabalhadores da rede estadual de educação rejeitaram a proposta apresentada pelo governo e aprovaram por unanimidade a greve geral por tempo indeterminado a partir do dia 23 de fevereiro. “A proposta não contempla os...
A CUT, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), demais centrais sindicais e movimentos sociais estão nas ruas nesta segunda-feira (19) lutando contra a reforma da Previdência de Temer que...
O valor que havia sido descontado pelo governo em função da paralisação de luta em março de 2017 finalmente será devolvido aos trabalhadores e trabalhadoras junto com o salário de fevereiro. Após...
Intervenção federal no Rio de Janeiro é cortina de fumaça para derrota iminente da Reforma da Previdência e se presta para, além de avançar com o golpe no Brasil, escamotear a rejeição...
O Sindicato APEOC, juntamente com a CUT e demais centrais sindicais, convoca os profissionais da Educação do Ceará para lutar contra a Reforma da Previdência proposta pelo golpista Michel Temer. Os trabalhadores de todo o...
Aumenta a adesão à greve nacional contra a reforma da Previdência que o ilegítimo e golpista Michel Temer (MDB-SP) quer aprovar a qualquer custo ainda este mês. Se for aprovada, a reforma acaba com a aposentadoria de...
O ano letivo iniciou hoje (15/2), mas a merenda não chegou nas escolas. Professores de Fonte Boa, Urucurituba, Nova Olinda, Manaquiri, Humaitá, Lábrea e Eirunepé informaram que não tem merenda nas escolas onde...
Iniciando o ano de lutas contra a retirada de direitos da classe trabalhadora, Centrais, Entidades Sindicais e Movimentos Sociais estão convocando trabalhadores e trabalhadoras para cruzarem os braços contra a Reforma da Previdência...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.