BA: Por descaso da prefeitura professores pagam para escola funcionar - CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação
     
     
 

BA: Por descaso da prefeitura professores pagam para escola funcionar

Publicado em Quarta, 11 Outubro 2017 17:27

2017 10 11 PHOTO 00000134

O Coordenador Geral do ASPROLF, Valdir Silva, participou na manhã desta terça-feira (11/10), de uma reunião de pais e/ou responsáveis na Escola Municipal Ipitanga no Centro de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de Salvador), que tratou das dificuldades que a unidade de ensino vem enfrentando com a falta de insumos básicos o funcionamento normal das atividades.

Educadores denunciam que falta de tudo, a prefeitura sabe do problema e não resolve nada. “Nem vassoura pra varrer as salas tem. Falta toner para a impressora, papel ofício, material de limpeza, a gente tira do bolso atender as necessidades da escola.”

E olha o absurdo: como toda escola a Ipitanga recebe uma verba do PDDE dos recursos das escolas, que o gestor tem acesso para suprir essas necessidades. Só que na Escola Ipitanga, a professora Arleania Valderez, que está responsável pela direção, não foi nomeada como legalmente deveria ser. Ela está assumindo a função e responsabilidade de diretora escolar, sem está legalmente investida do cargo, e pior, assim como suas colegas de trabalho, está tirando da despesa de casa, para cumprir as obrigações da Prefeitura. Ou seja, os educadores da escola municipal Ipitanga estão pagando para trabalhar!

Perplexos com a situação que vem prejudicando a vida escolar dos filhos, os pais avisaram que vão se unir aos professores a fim de providências. “Como é que pode uma situação dessa? A gente tem vizinhos que tem filhos em outras escolas do município que é o mesmo problema. A Prefeitura não pode dar as costas pros nossos filhos desse jeito. Não vamos aceitar isso!” reclamou um pai de aluno.

Valdir informou que o descaso do Executivo com a Escola Ipitanga, sobretudo na não nomeação para direção da escola da professora Arleania, é antes de tudo um desrespeito com a comunidade escolar (alunos, pais e/ou responsáveis e trabalhadores da educação), e uma total falta de compromisso com a educação pública de qualidade. “Não podemos nos calar. Convocamos vocês pais, junto com os professores, para uma mobilização contra o caos que a prefeitura está promovendo nas escolas. Isso não pode continuar assim. Ou a gente vai pra luta, ou fica no prejuízo. A educação merece respeito e escola pública de qualidade não se faz desse jeito”.

(ASPROLF, 11/10/2017)

 
 
  07/08/2018
Boletim CNTE 818
Essa é a semana do 10 de agosto: Dia Nacional do Basta!
INFORMATIVO CNTE 818  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária
 
 

Programa 603: CNTE debate Reforma Tributária Solidária

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Depois de 24 dias de greve, iniciada após a Prefeitura de Vitória da Conquista encerrar o diálogo e as negociações da Campanha Salarial 2018, deixando claro sua ausência completa de habilidade para negociar, os...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (SINTE-PI) foi informado na manhã desta quarta-feira (15) que o governador Wellington Dias recorreu do despacho da decisão Judicial do desembargador Dr. Joaquim...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) realizará em três dias análises sobre os impactos que as políticas educacionais vem trazendo para a Educação Pública nas...
Ansiedade, estresse, dores de cabeça e insônia estão entre os principais problemas que afetam educadores, segundo estudo realizado pela NOVA ESCOLA. Experimente perguntar a um professor como anda a sua saúde –...
“Decisão judicial não se discute, se cumpre!” Com esse objetivo, o Sinteal realizou, na manhã desta quinta-feira (16), uma grande assembleia de greve da rede municipal de Maceió para discutir formas de organizar...
Com o objetivo de pressionar o Governo Municipal e acompanhar na Câmara Municipal de Goiânia na votação da Reforma do Instituto de Previdência do Servidor Municipal (IPSM), PLC 31/2018, que está agendada para...
Após assembleia na manhã dessa segunda-feira, 13 de agosto, a categoria, em votação, deliberou pela suspensão da greve dos profissionais da educação da rede municipal de ensino de Vitória da...
Foto: Luiz Damasceno/CPERS O Movimento Unificado dos Servidores e o Fórum de Servidores Públicos Estaduais preparam, em conjunto, um debate com os candidatos a governador do Rio Grande do Sul. A intenção é sabatinar...
Basta! Essa foi a palavra de ordem do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) durante ato público, sexta-feira (10), na Praça Ipiranga, em Cuiabá. Integrada à mobilização...
Em assembleia unificada, realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO) e as entidades representativas dos servidores municipais, na terça-feira (7/8), foi definido, entre os trabalhadores de todas...
A Diretoria do Sintero esteve, na terça-feira (07/08), em audiência com o secretário Municipal de Educação de Porto Velho, César Licório, para tratar da pauta de reivindicações dos...
“Lutamos pela garantia do respeito e da valorização dos profissionais da Educação pública, não vamos nos calar diante da redução de direitos”, disse o presidente do Sintet, José...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.