AL: Sinteal participa de reunião que debateu a violência existente nas escolas do Complexo Benedito Bentes I e II

Publicado em Terça, 28 Novembro 2017 11:45

BBentesViolencia39

Em clima de cobrança da comunidade escolar e de pais aos gestores e autoridades – estaduais e municipais -, presentes, o Sinteal participou, na tarde de segunda-feira (27/11), na sede da Creche Municipal Heloísa Marinho de Gusmão, no bairro Benedito Bentes II, de reunião para discutir propostas para o combate à violência que ultrapassou os muros das dezessete escolas do Complexo (Benedito Bentes I e II).

Uma sugestão do Sinteal, apresentada pela vice-presidenta da entidade, Célia Capistrano, foi acatada pelos representantes dos órgãos e instituições presentes: a criação de uma comissão ampliada para tratar do assunto, com a participação do próprio Sinteal, e mais representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), do Ministério Público Estadual, do Conselho Estadual de Direitos Humanos, do Batalhão Escolar, do Comando da Polícia Militar, da Guarda Municipal, além da vereadora Tereza Nelma (PSDB), que é também professora.

1ª Reunião

A primeira reunião da comissão ampliada será nesta terça-feira (28), às 10 horas, na sede da Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública, em Jaraguá.

“Patrimônio humano”

Em sua intervenção, Célia alertou para o fato de que “é preciso reconhecer que os servidores da educação estão trabalhando com medo, sob um clima de medo. E a prova disso é ver uma professora com vinte horas não pegar mais vinte horas por causa da violência e devido à falta de ações para coibir essas pessoas que transformaram a vida de trabalhadores e estudantes num sentimento de medo”.

Célia arrancou palmas da plenária de professoras/es e funcionárias/os da educação e de alunos/as e pais quando lembrou que “o maior patrimônio de qualquer cidade ou estado é o patrimônio humano, e este precisa ser protegido e defendido a todo custo”. Em seguida, Célia levantou a proposta da criação de uma comissão ampliada para trabalhar no combate à violência que invadiu as escolas do Benedito Bentes I e II.

Outra intervenção que arrancou aplausos dots presentes foi feita pela professora e diretora da Escola Paulo Bandeira, Verônica Paranhos da Silva, ao reafirmar às autoridades presentes que todas as escolas e comunidade escolar querem respostas efetivas contra a violência. “Ou a segurança é dada para todas as escolas, ou vamos fechar todas as escola do Benedito Bentes I e II. Não podemos colocar em risco quem trabalha e estuda nas escolas.

Ações de segurança

Ao final da assembleia, como ações concretas iniciais, ficou decidido que, já a partir desta terça-feira 28 de novembro, dois guardas municipais estarão atuando nas sete escolas mais atingidas pela violência, e haverá, ainda, quatro rondas da Guarda Civil cobrindo as demais escolas.

(Sinteal, 28/11/2017)

 
 
  02/02/2018
Boletim CNTE 811
Preparação e a realização das Conferências Populares de Educação
INFORMATIVO CNTE 811  
 
 
INSTITUCIONAL CNTE | Resistência e Convocação para a Conape 2018 (01/12/2017)
 
 

Programa 597: CNTE faz balanço das lutas de 2017

 
 

Nota Pública: Paulo Freire continua sendo o patrono da educação brasileira

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Se a proposta discutida na assembleia dos trabalhadores em educação no último dia 19/02, foi considerada ruim, o pior ainda estar por vir. O governo do estado encaminhou, no final da tarde do dia 19/02, a proposta apresentada por...
A Associação de Moradores da Comunidade de Novo Horizonte, localizada em Barra de Jangada irá realizar no próximo dia 26 de fevereiro, às 15h, um Ato de Resistência Contra o Feminicídio e o ponto de...
Em reunião realizada entre o Sinteal e o Secretário Municipal de Educação de Chã Preta, na última quarta-feira (21), durante a caravana do Sinteal na região de Viçosa, a presidenta Consuelo...
Diretoras/es do Sinteal fecharam, na tarde desta quinta-feira (22/2), na Regional Viçosa, as atividades de organização e luta das/os trabalhadoras/es em educação, na 4ª etapa da “Caravana do Sinteal: porque...
Por Aloizio Mercadante A decisão do ministro da Educação, Mendonça Filho, do governo golpista de Michel Temer, de acionar órgãos de controle para que seja analisada a legalidade do curso “o golpe de 2016...
Por Rosilene Corrêa* A luta por educação pública, de qualidade e democrática está nas raízes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE. Nascida como...
Retomando as ações de luta das “Caravanas do Sinteal: porque a luta não para!” em 2018, a região de Viçosa recebe a equipe completa do Sinteal nesta quarta-feira (21). Visita às escolas de nove...
O primeiro dia da greve dos trabalhadores em educação estaduais de Rondônia atingiu todo o Estado e foi considerado um sucesso pela diretoria do Sintero. Um levantamento feito durante o dia constatou que existe greve em todos os...
A partir desta quarta-feira (21/02), as aulas estarão suspensas nas escolas estaduais. Isso porque os trabalhadores em educação se reuniram em assembleia na quinta-feira, dia 15/02, e decidiram entrar em greve por tempo...
A falta da certidão que atesta o tempo de atividade escolar tem atrasado a aposentadoria de alguns professores (as) da rede pública estadual no Tocantins. De acordo a assessoria jurídica do Sindicato dos Trabalhadores em...
Em assembleia realizada com a base municipal de Maceió, nesta terça-feira (20/2), o Sinteal foi informado que a Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) vem determinando a elaboração do...
Nesta segunda-feira (19/2), o SINTEGO marcou presença em um grande Ato contra a Reforma da Previdência do governo golpista de Michel Temer, em Goiânia. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás –...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.