AL: Descaso do Governo e da Seduc deixa 670 alunos sem merenda em Garça Torta

Publicado em Sexta, 09 Fevereiro 2018 17:17

banners giro pelos estados 2

Cerca de 670 alunos ficaram sem merenda por falta de profissionais merendeiras e também um clima de insegurança devido ao número insuficiente de vigilantes. Esta é a grave situação da Escola Estadual Profº Eduardo Almeida da Silva, em Garça Torta, mostrada nesta 5ª feira, no AL-TV 1ª edição, da TV Gazeta de Alagoas, que causa indignação e revolta, e que leva à seguinte pergunta que não pode calar: por que o Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) não saem do seu “mundo de faz-de-conta” e entram, de fato, na realidade da necessidade de realização de concurso público para sanar essa enorme carência de pessoal vivida na maioria das escolas da rede pública estadual?

A falta de merendeira, segundo a denúncia feita pela direção da escola, ocorre desde o início de 2017. O ano letivo 2018 já foi iniciado, mas a diretoria decidiu por não comprar os mantimentos da merenda, antevendo que feijão, arroz, macarrão, carnes etc se estragariam na despensa devido a falta da profissional para prepará-los. Durante todo o ano de 2017 e agora em 2018, foram feitas inúmeras cobranças à Secretaria de Estado da Educação (Seduc), mas as respostas e as ações efetivas não foram dadas. “Os alunos perguntam se vai ter merenda e não temos respostas para dar”, desabafou uma diretora.

Insegurança

Se a situação da merenda é grave, a Escola Estadual Profº Eduardo Almeida da Silva também sofre com o clima de insegurança devido à falta de profissionais vigias. Nos períodos da manhã e da tarde só há “segurança eletrônica” (câmeras), e apenas no horário noturno é que a escola conta com o trabalho de profissional da área.

Resposta insuficiente

Depois de um “silêncio” que se arrastou por todo o ano de 2017 e agora em 2018, a Seduc, enfim, tentou responder às cobranças da direção da escola, mas as explicações são insuficientes: há um processo de “readaptação” de servidores e já foi aprovada e sancionada pelo Governo do Estado lei que autoriza a realização de um chamado “processo seletivo” para “contratação” de profissionais para essas áreas (merenda e vigilência).

Chega de embromação!

O Sinteal cobra ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado da Educação (Seduc) o “fim” dessa inconsequente “POLÍTICA DE TERCEIRIZAÇÃO” na área da educação pública, com seus “processos seletivos”, “readaptações de servidores” e outras “maquiagens” que apenas REVELAM a INCOMPETÊNCIA do governo em relação à área. É urgente que o Executivo estadual “ACORDE” para a necessidade da realização de CONCURSO PÚBLICO, para suprir as GRAVES CARÊNCIAS da rede, que não são apenas na merenda e na segurança. E são essas graves carências que, além de atingir em cheio os milhares de alunos, também causa o adoecimento da categoria, que só aumenta, a cada ano letivo.

Já passou da hora de Governo e Seduc tratarem a educação pública de Alagoas a sério.

Clique aqui e veja a reportagem do “AL/TV 1ª Edição - TV Gazeta de Alagoas”.

 

 
 
  17/09/2018
Boletim CNTE 820
19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública: um momento de reflexão para avançar no futuro!
INFORMATIVO CNTE 820  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 604: Em audiência pública, CNTE reitera posicionamento contrário à BNCC

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa de mais de 4 milhões de trabalhadores/as das escolas públicas brasileiras, vem a público repudiar a proposição...
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados Nessa quarta-feira (19/09), o secretário de Assuntos Jurídicos e Legislativos da CNTE, Gabriel Magno, participou de uma Comissão Geral para debater o uso de recursos de...
Desde de segunda-feira (17/09), ocorre em todo o Brasil a 19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública. Conforme orientação da Confederação, o Sindicato dos...
Os recursos referentes à parcela de agosto do salário-educação estão disponíveis a partir desta sexta-feira (14), na conta corrente de estados, municípios e do Distrito Federal. Responsável pela...
Com a participação de mais de 450 profissionais da educação, aconteceu entre os dias 14 e 16 de setembro, o Encontro Extraordinário de Educação do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de...
A CNTE esteve presente na audiência pública que debateu a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio na manhã desta sexta-feira (14), em Brasília. A secretária de finanças da CNTE, Rosilene...
“A Emenda Constitucional 95 aponta para um futuro sombrio aonde a Educação será cada vez mais mercantilizada e dominada pela iniciativa privada”, afirmou o secretário de assuntos municipais da...
O Sindicato do Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) realiza, a partir desta sexta-feira (14.09), no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, três dias (14, 15 e 16) de Encontro Extraordinário de...
A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS) realizou na quarta-feira (12/9), o Seminário Sobre a Conjuntura Educacional com o Presidente da CNTE (Confederação Nacional dos...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), através de Regional de Palmas, vem por meio dessa nota expressar repúdio contra a direção do CMEI Sementinhas do Saber, por viabilizar...
Jordana Mercado Reunido desde ontem (11) em Curitiba-PR, o Coletivo de Aposentados e Assuntos Previdenciáriosda CNTE está tendo as atividades numa dinâmica de debate, socialização das melhores práticas entre os...
El Grupo de Trabajo CLACSO Indígenas y espacio urbano Manifiesta su adhesión al comunicado: La dirección y los miembros investigadores del programa de investigación “Economía política y formaciones...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.