AM: Sinteam realiza assembleia geral nesta segunda-feira

Publicado em Segunda, 02 Abril 2018 14:23

banners giro pelos estados 2

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) realiza assembleia geral nesta segunda-feira (2), na Praça do Congresso, para a categoria decidir se aceita ou a contraproposta de reajuste do governo do estado, que sugeriu, nesta quarta-feira (28) aumentar em 14,57% os salários dos trabalhadores da rede estadual de ensino. A afirmação foi feita em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, na sede do sindicato.

“Dependendo do resultado da assembleia, a categoria sai ou não do movimento grevista. Aproveitamos para pedir desculpas dos pais e alunos mais uma vez e dizer que só depende do governo do estado resolver essa situação”, disse o presidente do Sinteam, Marcus Libório.

No sábado (30), o Sindicato realizou, 31 de março, o Seminário sobre os indicadores econômicos da educação no Amazonas com o técnico do Dieese, Inaldo Seixas, com a presença do Comando Geral, Comandos Zonais de greve e trabalhadores/as em educação.

Greve

Os trabalhadores estão em greve desde a última segunda-feira (26) e tem como pauta de reivindicação a retomada do plano de saúde, o pagamento do vale-transporte integral sem o desconto de 6%, reajuste no auxilio localidade, que passou de R$ 30 para R$ 200 até R$ 1.000. Nestes pontos já houve avanço e consenso entre a categoria.

O impasse está no percentual de reajuste salarial e equiparação do valor do vale alimentação da categoria com o da Polícia Militar, de R$ 600. Atualmente, o auxílio é de R$ 220.

“Nosso maior interesse é no percentual pois somente professores e pedagogos recebem os demais benefícios. Já o reajuste alcança demais trabalhadores em educação e aposentados”, explicou Libório.

Greve atinge capital e interior

Pelo menos 80% das escolas da rede estadual de ensino paralisaram as atividades. A avaliação é do Sinteam. O sindicato oficializou na sede do governo um pedido de audiência com o governador Amazonino Mendes, na terça-feira (27), para retomar as negociações, cujo impasse refere-se ao percentual de reajuste salarial. A categoria pede 35%.

O Comando Geral da greve, já orientou a instalação dos Comandos nos municípios do interior e na Capital. Cada Comando Zonal ou das Delecias Sindicais Municipais elegerão comissões e organizarão as atividades da greve.

Em Manaus, aconteceram atividades em todas as zonas da cidade. Na quarta-feria (28) ocorream visitas às escolas que ainda não paralisaram, aulão público e panfletagem explicando para a sociedade os motivos da greve nos terminais de ônibus, além de passeatas.

A principal agenda aconteceu às 16h no Largo de São Sebastião, em Manaus, de onde as trabalhadoras e os trabalhadores saíram em passeata pelo centro da capital amazonense até o bairro Aparecida, aonde aconteceu a tradicional novena de Nossa Senhora de Aparecida.

Na quarta-feira ocorreu desde às 10h, uma manifestação em frente à Seduc, onde o secretário de educação apresentava a contra-proposta do governo à Comissão de Negociação. Em seguida os manifestantes se dirigiram em carreata para um ato em frente da sede do governo para cobrar uma posição do governador Amazonino Mendes sobre o reajuste salarial.

Pelo menos 60 municípios estão sem aula em todo o estado.

(Sinteam, 02/04/2018)

 
 
  12/04/2019
Boletim CNTE 832
Início dos encontros dos coletivos da CNTE
INFORMATIVO CNTE 832  
 
 
Heleno Araújo participa de palestra sobre a reforma da Previdência em Pernambuco
 
 

Programa 611 - Lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública

 
 

Novo ministro da Educação, Abrahan Weintraub, indica o aprofundamento das políticas de mercantilização e privatização da educação no país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Preocupado com a saúde dos profissionais da educação, o Sinteal esteve na secretaria municipal de saúde de Maceió, no dia 11 de abril, para falar sobre a campanha de vacinação contra o vírus...
Os professores da rede municipal de Educação de Riachinho estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 8 de abril. A decisão foi tomada pela categoria em assembleia geral, no dia 28 de março. O movimento...
O dia 15 de abril de 2019 marcou o início da greve da Educação no Estado do Amazonas. Os/as trabalhadores/as em educação do Estado, representados pelo SINTEAM, deflagraram o movimento grevista da categoria com uma...
O Sintero recebeu respostas de diversas reivindicações dos trabalhadores em educação, através do ofício nº4533/2019, expedido pela Secretaria de Educação do Estado de Rondônia (Seduc),...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos/as profissionais da educação básica do setor público brasileiro, repudia a atitude da...
Presidente da CNTE, Heleno Araújo, contribui com o ensaio “A Educação Cidadão ao golpe de 2016”, no livro A Constituição Traída que terá lançamento nacional em Recife -...
O Movimento Unificado dos Servidores Públicos de Maceió obteve importante vitória na última sexta-feira (12), após a inédita reunião com a presença do prefeito da capital, Rui Palmeira, e que...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso renova a representação dentro do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso (CEE-MT) para a gestão 2019-2023. A nova composição,...
O governo de Jair Bolsonaro (PSL) enviou ao Congresso Nacional um Projeto de Lei (PL) que regulamenta o ensino domiciliar. O PL faz parte das metas dos 100 dias de governo do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos...
As atividades de mobilização do Dia em Defesa dos Precatórios do FUNDEF para os profissionais do Magistério prosseguiram na tarde de quinta-feira (11). O Sindeducação e o Sinproesemma promoveram um debate, com...
Após uma longa e tensa audiência com o secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, a direção central do CPERS saiu do Piratini no final da tarde de sexta-feira (12/4) com o compromisso de uma mesa de...
Os educadores da Rede Pública Municipal de São Luís decidiram paralisar as atividades no próximo dia 30 de Abril, contra a política de arrocho salarial implementada pelo Governo Edivaldo Holanda Júnior, que...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.