RO: Sintero se reúne com a nova titular da Seduc para discutir pendências com os trabalhadores em educação

Publicado em Quarta, 09 Maio 2018 14:11

2018 05 09 giro sintero

A Direção do Sintero teve na última segunda-feira (7/5), a primeira audiência com a nova secretária de Estado de Educação, Maria Angélica Silva Ayres Henrique, tendo como pauta a busca de soluções para uma série de pendências com os trabalhadores em educação.

Na oportunidade a secretária confirmou que no mês de junho o governo do estado vai implantar o piso nacional e as novas tabelas salariais para Professores e Técnicos Educacionais em cumprimento ao acordo firmado com a categoria para encerramento da greve de 45 dias. Ela também confirmou que informará ao Iperon os novos valores do vencimento dos trabalhadores em educação.

Durante a reunião foi tratado sobre o calendário escolar de 2018, sendo reiterado pela secretária que as comunidades escolares tiveram liberdade para a adequação do calendário visando à reposição das aulas sem prejuízo aos alunos, aos pais nem aos professores.

Acerca da progressão parcial visando evitar a reprovação total de alunos, a secretária disse que as disciplinas que ficarem pendentes podem ser ministradas por professores excedentes ou serem repassadas dentro do novo programa de “residência pedagógica”. Isso para não alterar a carga horária dos professores. No entanto, o governo do estado ainda deverá regulamentar o pagamento de horas extras aos professores que aceitarem o aumento da carga horária para ministrar as dependências.

Outro assunto discutido na reunião foi o projeto Gênesis. Segundo a secretária o programa tem prazo até o mês de junho para ser concluído, e que até a sua conclusão nenhum trabalhador em educação sofrerá prejuízos financeiros ou em suas gratificações.

Ficou estabelecido que se algum trabalhador for prejudicado, deverá procurar imediatamente a CRE e o Sintero para as providências.

A secretária informou, ainda, que a Seduc buscará uma solução para o caso dos supervisores e orientadores lotados em escolas e que não recebem a gratificação por causa da tipificação do estabelecimento.

Ela informou também que o Gênesis já foi reprogramado para aceitar a lotação com mais de 32 aulas dos professores de Língua Portuguesa e Matemática para fins de regularização das horas extras.

A Direção do Sintero aproveitou a oportunidade para informar que fará perícia nas escolas visando identificar onde há periculosidade ou insalubridade para requerer o pagamento de adicional, tendo sido autorizada a entrada dos peritos nas escolas.

Sobre a reformulação do Plano de Carreira (Lei Complementar nº 680/2012) a secretária disse que essa atividade fica inviabilizada neste ano devido ao curso espaço de tempo. Mas a Direção do Sintero adiantou que este será um dos principais itens da pauta de 2019 a ser entregue ainda neste ano de 2018.

Outros assuntos que estavam na pauta não puderam ser discutidos devido ao horário, mas serão tema de uma próxima reunião em greve.

A Direção do Sintero estava na reunião composta pelos diretores Dioneida Castoldi (Secretária-Geral), Manoel Rodrigues da Silva (Secretário de Finanças), Neira Cláudia Cardoso Figueira (Secretária de Formação Sindical), Maria de Fátima Ferreira Rosilho (Secretária de Cultura, Políticas Sociais e Saúde dos Trabalhadores), Francisca Diniz de Melo Martins (Secretária de Assuntos Educacionais), Nereu Klosinski (Secretário de Aposentados e Assuntos Previdenciários), Antônio Alves Ferreira (Secretaria de Funcionários de Escolas) e Judith dos Santos Campos (Secretária de Assuntos Jurídicos).

(Sintero, 09/05/2018)

 
 
  10/12/2018
Boletim CNTE 824
É urgente que as entidades educacionais se manifestem contra a aprovação sorrateira da nova BNCC do Ensino Médio
INFORMATIVO CNTE 824  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 606 - Vitória: projeto "Escola Sem Partido" é arquivado

 
 

Carta aberta aos(às) trabalhadores(as) em educação e à sociedade sobre os retrocessos na agenda social do país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Com o tema “Uma construção coletiva: a resistência do magistério público à BNCC e padronização curricular” o SINTESE realiza dia 01 de fevereiro, das 8h às 16h, no auditório...
Desde o dia 1º de janeiro, o piso salarial do Magistério válido para todos os docentes do país é de R$ 2.557,74. Isso representa um reajuste de 4,17% frente aos R$ 2.455,00 em 2018. O valor corresponde ao vencimento...
Em seus primeiros dias do novo mandato, o novo governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), publicou um decreto para bloqueio de R$ 8 bilhões das contas públicas do Estado. Isso significa que o governo poderá deixar de gastar...
Além de toda a luta coletiva que a rede estadual tem feito, o Sind-UTE/MG tem travado uma luta para que o Judiciário cumpra seu papel na garantia de direitos para os servidores e servidoras da educação. Até o mês...
O ano letivo na rede estadual de ensino de São Paulo se iniciará sob a égide de um novo governo, com problemas acumulados ao longo de anos e uma nova situação que poderá agravar ainda mais a falta de professores...
Como parte da Campanha Mundial contra a Privatização e o Comércio da Educação, a CNTE convida sindicatos filitados a participarem da apresentação do estudo sobre este tema realizado pela Internacional da...
O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), ao repercutir a escala de pagamento anunciada pelo governo do Estado, nesta terça-feira (8/1/19) faz as seguintes considerações: O...
Nesta sexta-feira, 11 de janeiro, acontece a primeira Assembleia Geral da Educação de 2019. O encontro será realizado às 15h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da...
Desde que algumas redes começaram a anunciar o adiamento do início do ano letivo de 2019, e que essa possibilidade foi aventada no município de Betim, diante da publicação do Decreto de Estado de Emergência...
Na tarde desta segunda-feira (07/01/19), a direção estadual do Sind-UTE/MG solicitou ao Governador Romeu Zema que abra processo de negociação com a entidade. A solicitação foi feita com urgência,...
Após convocação feita pelo Núcleo Regional do Sinteal de Palmeira dos Índios, trabalhadoras/es em educação da rede pública municipal de Maribondo participaram, na manhã desta 2ª feira...
O Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) expressa de forma veemente o REPÚDIO, ao governo do estado de Mato Grosso, que tomou posse no dia 01 de janeiro de 2019, Mauro Mendes....
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.