RO: Professores fazem rifa, “vaquinha” e contam com contribuição do Sintero e de Jirau para terem transporte escolar na zona rural

Publicado em Sexta, 18 Maio 2018 10:27

banners giro pelos estados 2

Estudantes, professores, técnicos educacionais e centenas de comunidades dos distritos e da zona rural de Porto Velho estão sendo seriamente prejudicados pela prefeitura de Porto Velho devido à falta de transporte escolar.
A situação está sendo denunciada pelo Sintero ao Ministério Público e aos demais órgãos de controle para que alguma providência seja tomada com urgância.

Nesta semana, o Sintero recebeu uma comissão de professores e técnicos de escolas rurais que relataram a situação gravíssima vivida pelas comunidades de Jaci-Paraná, Nova Mutum, escolas municipais do eixo da BR 364 e da zona rural da região. Nessas localidades o transporte escolar está parado há quase um mês .

Na escola estadual Maria de Nazaré, em Jaci-Paraná, está havendo aulas, mas só conta com a frequência dos alunos que moram na sede do distrito. Os estudantes que moram nas linhas rurais não conseguem chegar.

A escola municipal Ernandes Coutinho, no km 67, está sem aulas desde 17 de abril, mesma situação da escola Nossa Senhora de Nazaré, em Nova Mutum.
Diante da impossibilidade dos alunos da zona rural de comparecerem às aulas por quase um mês, a comunidade, em solidariedade aos faltantes, decidiu paralisar as aulas na escola Joaquim Vicente Rondon no dia 15/05.

De acordo com as professoras que estiveram no Sintero, a usina de Jirau doou um microônibus para o transporte dos professores e dos técnicos educacionais, mas o veículo ainda não foi colocado à disposição, e mesmo assim é insuficiente para a demanda.

Enquanto isso os profissionais da educação tiram dinheiro do bolso para pagar van de transporte, e para isso contam com a ajuda do Sintero, cuja despesa é complementada com a venda de rifas e com “vaquinha” entre os usuários, e muitas vezes precisam contam com a boa vontade de motoristas que dão carona.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, disse que a situação do transporte escolar rural em Porto Velho é inaceitável não só na região da BR 364 mas também na zona ribeirinha, onde o transporte fluvial é quase inexistente e por isso muitos alunos deixam de ir à escola. “Estamos vendo uma administração municipal incapaz de gerir a educação na zona rural e na zona ribeirinha. É um caos o que está acontecendo, e os maiores prejudicados são os estudantes, os profissionais da educação e as comunidades que dependem do tansporte escolar”, disse.

Para a Direção do Sintero a situação nunca esteve tão grave e as comunidades rurais não merecem ser abandonadas dessa maneira.

“Essa gestão do prefeito Hildon Chaves já está há quase um ano e meio à frente da prefeitura, mas não consegue colocar ônibus escolares na zona rural nem transporte fluvial para os alunos ribeirinhos. Isso é uma vergonha para a nossa Capital”, disse.

(Sintero, 18/05/2018)

 
 
  17/09/2018
Boletim CNTE 820
19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública: um momento de reflexão para avançar no futuro!
INFORMATIVO CNTE 820  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 604: Em audiência pública, CNTE reitera posicionamento contrário à BNCC

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Desde de segunda-feira (17/09), ocorre em todo o Brasil a 19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública. Conforme orientação da Confederação, o Sindicato dos...
Os recursos referentes à parcela de agosto do salário-educação estão disponíveis a partir desta sexta-feira (14), na conta corrente de estados, municípios e do Distrito Federal. Responsável pela...
Com a participação de mais de 450 profissionais da educação, aconteceu entre os dias 14 e 16 de setembro, o Encontro Extraordinário de Educação do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de...
“A Emenda Constitucional 95 aponta para um futuro sombrio aonde a Educação será cada vez mais mercantilizada e dominada pela iniciativa privada”, afirmou o secretário de assuntos municipais da...
O Sindicato do Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) realiza, a partir desta sexta-feira (14.09), no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, três dias (14, 15 e 16) de Encontro Extraordinário de...
A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS) realizou na quarta-feira (12/9), o Seminário Sobre a Conjuntura Educacional com o Presidente da CNTE (Confederação Nacional dos...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), através de Regional de Palmas, vem por meio dessa nota expressar repúdio contra a direção do CMEI Sementinhas do Saber, por viabilizar...
Jordana Mercado Reunido desde ontem (11) em Curitiba-PR, o Coletivo de Aposentados e Assuntos Previdenciáriosda CNTE está tendo as atividades numa dinâmica de debate, socialização das melhores práticas entre os...
El Grupo de Trabajo CLACSO Indígenas y espacio urbano Manifiesta su adhesión al comunicado: La dirección y los miembros investigadores del programa de investigación “Economía política y formaciones...
Os participantes do Congresso dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba aprovaram neste sábado (01/09), a denominação desta edição do encontro de “Congresso Lula...
Hoje (04/09), os/a trabalhadores/as da Prefeitura de Goiânia, em especial a categoria da Educação, atenderam à convocação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO) e das...
Para o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) divulgado pelo Ministério da Educação...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.