MT: Encontro de Aposentados do Sintep/MT debate harmonia pessoal

Publicado em Segunda, 21 Maio 2018 14:26

2018 05 21 giro sintepmt

O autoconhecimento é fundamental para a saúde e a harmonia pessoal. Pensando nisso, o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) promoveu uma palestra com a terapeuta corporal Ayuerda Enildes Corrêa durante o 4º Encontro Estadual de Aposentados, na tarde de sexta-feira (18/05).

Para explicar o conceito que iria trabalhar na palestra, Enildes definiu que “a vida em harmonia é uma vida suave”, ou seja, uma vida em que mesmo com os problemas e estresses do cotidiano seja possível parar, relaxar e se conhecer. Entre as dicas dadas pela terapeuta estão dar pausas durante o dia para se concentrar em si mesmo, apreciar as pequenas coisas da vida e parar para olhar a natureza.

“Viver em tensão permanente não é normal. Desde a infância não aprendemos a lidar com as nossas emoções e isso traz consequências na vida adulta. Ter uma vida em harmonia não significa não ter problemas, mas aprender a lidar com eles e adquirir sabedoria a partir das situações difíceis”, explica Enildes.

O 4º Encontro Estadual de Aposentados do Sintep/MT terminou no sábado (19/5), com atividades na Chácara do Sindicato, na estrada para Chapada dos Guimarães das 8 às 16 horas.

Encontro de Aposentados destaca a importância do segmento na luta

Ao ser chamada para a apresentação musical, na qual interpretou “Eu só peço a Deus” cantada por Mercedes Sosa e Beth Carvalho, durante a abertura do 4º Encontro Estadual de Aposentados e Aposentadas do Sintep/MT, sexta-feira (18/05), em Cuiabá, a poconeana Maria Rosa Rondon, professora aposentada da educação pública, lembrou aos/as participantes sobre a importância de estarem na luta. Apesar da aposentadoria citou ela, “nossas conquistas são do tamanho de nossas lutas”. A fala da professora se somou à própria defesa sindical que nos dois dias de encontro – sexta e sábado – trouxe a afirmação: “aposentados sim, inativos nunca”.

Para esclarecer sobre a importância da participação de todos/as na defesa de direitos conquistados, o presidente do Sintep/MT, Henrique Lopes, traçou o cenário de perdas de direitos, traçado pelo golpe de Estado, instalado no país desde 2016. Lembrou que a ameaça atinge também os/as trabalhadores/as que já estão fora do mercado profissional. “A Reforma da Previdência se implementada, retirará a paridade salarial dos inativos e aumentará as alíquotas de desconto previdenciário para aqueles que recebem aposentadoria acima do teto (R$ 5.645,80)”.

O presidente abordou a retirada de direitos desencadeada nacionalmente por meio de reformas como a do Ensino Médio, a Trabalhista e a Lei da Terceirização, com forte participação da mídia, do Legislativo e Judiciário. Citou os impactos em Mato Grosso, onde o Governo é administrado pelos interesses do agronegócio, promovendo ataques às conquistas sociais e trabalhistas. “Temos que lutar juntos para mantermos a política da Dobra do Poder de Compra, um avanço recente, fruto da greve de 67 dias em 2013”.

O professor aposentado João Bosco Dinis, do município de Tangará da Serra, aproveitou para ressaltar que como trabalhador da Educação em Mato Grosso conquistou condições para conhecer outros países. Tendo viajado pela Europa, América Latina e outros, chegou à conclusão de que no Brasil “a Lei não nos protege e o Governo não nos prestigia”. Sendo assim, a luta é a única forma de conquistas.

A vice-presidente do Sintep/MT, Jocilene Barboza, ressaltou que foi com a participação de todos e todas, que hoje estão aposentados/as, que se avançou em momentos quando forças conservadoras e retrógradas se impuseram. E, conforme ela, pelo fato das conquistas não serem permanentes, é preciso, mesmo na condição de aposentados e aposentadas, fazer a resistência. Ela citou a ameaça da Reforma da Previdência que se implementada prejudicará a todos os/as trabalhadores/as, ativos e inativos.

As atividades coordenadas pela secretária de Seguridade Social do Sintep/MT, Edna Mahnic, e a adjunta, Francisca Alda, prosseguem no período da tarde. Na parte da manhã a mesa foi composta pela “mestre de cerimônia”, a diretora regional Nortão II, Francisca Ilmarli Teixeira, e pelo secretário de Funcionários, Djalma Francisco.

(Sintep/MT, 21/05/2018)

 
 
  22/10/2018
Boletim CNTE 823
Brasil tem a chance de mostrar ao mundo como defender a democracia
INFORMATIVO CNTE 823  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 604: Em audiência pública, CNTE reitera posicionamento contrário à BNCC

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A Diretoria do Sintero solicitou uma reunião de urgência com a Secretaria de Estado da Educação para cobrar ações efetivas de combate à violência contra profissionais da educação nas...
Na última quarta-feira (07/11), a Justiça mineira aprovou uma liminar de despejo de 450 famílias sem-terra do acampamento Quilombo Campo Grande, no município de Campo do Meio, no sul de Minas Gerais. Estas famílias...
De cabeça erguida, com a consciência de que a luta nunca deixou de ser feita, trabalhadores e trabalhadoras do município de Maceió decidiram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (13), pelo...
Confira a nova edição do jornal CNTE Notícias sobre o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. A publicação traz dados do Atlas da Violência, informações acerca das...
A professora Ana Cristina Rodrigues é a nova presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam). A eleição teve chapa única e aconteceu ontem, dia 12, em Manaus e no interior. O Sinteam...
Nas redes sociais, o governador disse que falar em “Escola Sem Partido” tem servido para encobrir propósitos autoritários incompatíveis com a Constituição. O governador Flávio Dino (PCdoB) editou...
Contra a ameaça do projeto de lei 7.180/14, da Escola sem Partido, que será levado para votação, na terça-feira (13), às 9h30 (anexoII, plenário 2), em comissão especial na Câmara dos...
O SIMPERE protocolou no Ministério Público, Conselho Municipal de Educação, Câmara de Vereadores e Secretaria de Educação, na tarde desta quinta-feira (08) um abaixo assinado organizado com pais e...
Em reunião solicitada pelo Sinteal, a professora Valéria Correia, reitora da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) conversou, na última sexta-feira (9), com representantes do Sinteal, Adufal, Sintufal e Sintetfal para falar sobre...
247 - O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, classificou como uma "aberração" a decisão do Conselho Nacional de Educação (CNE), de...
O Brasil aparece em último lugar em ranking sobre prestígio do professor. A análise de 35 países aponta que desempenho dos alunos está ligado à forma como a sociedade vê e remunera seus professores. No...
Fotos: Jordana MercadoNo dia em que se encerra o CNE – Conselho Nacional de Entidades da CNTE, em Curitiba/PR, a direção da entidade apresentou ao plenário a Proposta de Planejamento para 2019, bem como o...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.