RO: Estudantes de Tarilândia, em Jaru, denunciam prejuízos com a mediação tecnológica

Publicado em Quinta, 09 Agosto 2018 15:04

2018 08 09 giro sintero

Estudantes da escola Jaru-uaru, no distrito de Tarilândia, município de Jaru, denunciam em relatório as graves consequências da mediação tecnológica, sistema que substitui aulas presenciais por conteúdo eletrônico, causando sérios prejuízos ao aprendizado.

De acordo com o relatório, encaminhado à Secretaria de Assuntos Educacionais do Sintero, no dia 20 de junho foi realizada uma breve reunião com os alunos que recebem aulas através da mediação tecnológica, quando os problemas foram evidenciados.

Na ocasião os alunos denunciaram que, após muitas promessas, foram convencidos de que a mediação tecnológica seria positiva para a melhoria da qualidade do ensino. No entanto, a decepção não demorou a substituir a expeectativa.

“O projeto Mediação Tecnológica veio com o intuito de trazer benefícios como educação de primeira qualidade, com novas experiências, além dos alunos saírem com o diploma do IFRO já qualificados para o mercado de trabalho. Logo na elaboração e apresentação do novo método de ensino foram muito convincentes , porém na prática ,está parcialmente desqualificado” diz trecho do relatório dos alunos.

Eles vão além, comparando a expectativa com a realidade. “Expectativa: alunos mais aptos para o mercado, evoluídos e cheios de qualificação. Realidade: alunos com baixo rendimento escolar, inconformados com a pressa e a falta de apoio dos professores. Expectativa: cada aluno com o seu computador portátil, revendo as aulas com acesso a conteúdos e a contatos virtuais com o professor para tirar dúvidas. Realidade: alunos copiando desesperadamente, e sem auxílio de profssores para tirar dúvidas a respeito das atividades. Alguns alunos estão tendo que se submeter ao uso de óculos pelo esforço na vista por ficarem muito tempo diante da tela, o que também causa muitas dores de cabeça”.

Outra situação que desqualifica a mediação tecnológica aplicada em Tarilândia é o fato de que as revisões de conteúdos são dispensadas. ”Os professores são bons,mas a explicações rápidas, não tem como acompanhar”, dizem os alunos.

Os problemas se agravam pela falta de material didático e pelo abandono. Os estudantes dizem que em todas as salas há os que querem aprender e os que não querem. Em consulta aos alunos, alguns dizem que apoiam a mediação tecnológica com as justificativas de que podem dormir na sala de aula e de que só têm três provas, o que torna mais fácil a aprovação mesmo sem terem aprendido o conteúdo.

A secretária de Assuntos Educacionais do Sintero, Francisca Diniz de Melo Martins reuniu todo o material e encaminhou à CNTE, em Brasília. “Não podemos aceitar o que estão fazendo com esses alunos. Isso é um crime, pois estão tirando dessas crianças e jovens a chance de competir no mercado de trabalho qualificado, de passarem no ENEM, de serem aprovados em um vestibular ou mesmo de chegarem a uma faculdade”, disse.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, disse que o sindicato tem denunciado a precariedade da mediação tecnológica, a falta de professores e o descaso, especialmente em locais distantes. “A Constituição diz que a educação é dever do estado e direito dos cidadãos. Nesses casos relatados o poder público está negando esse direito às crianças e aos jovens. A nossa luta é por ensino público de qualidade, com professores bem qualificados, valorizados e bem remunerados”, disse Lionilda Simão.

(Sintero, 09/08/2018)

 
 
  11/10/2018
Boletim CNTE 822
Discurso de ódio marca as eleições para a presidência do país. Momento exige resposta da sociedade
INFORMATIVO CNTE 822  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 604: Em audiência pública, CNTE reitera posicionamento contrário à BNCC

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Após quase quarenta dias de greve, as/os trabalhadoras/es da rede pública municipal de educação de Colônia Leopoldina, em assembleia geral realizada nesta quarta-feira (17), decidiram encerrar o movimento de...
Eleita para o quadriênio 2018-2022, a nova diretoria da APLB-Sindicato tomou posse na manhã desta segunda-feira, 15 de outubro, em solenidade realizada no auditório do Sindicato dos Comerciários. Integrantes da APLB da...
A Direção Executiva da CUT, reunida em São Paulo no dia 10 de outubro de 2018, avaliou os resultados do primeiro turno das eleições e decidiu convocar a mais ampla mobilização nas bases CUTistas para...
Fotos: Jordana Mercado O candidato Fernando Haddad (PT) participou na segunda-feira (15), dia do professor, de ato em homenagem aos docentes na sede da Apeoesp, sindicato da categoria, em São Paulo. O presidente da CNTE, Heleno Araújo,...
O programa "De olho na educação", da TV Cultura, abordou, no dia 15 de outubro, o tema da formação dos professores.O presidente da CNTE, Heleno Araújo, contribuiu com reflexões sobre o piso e a carreira de...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE/Brasil vem a público manifestar o seu mais irrestrito APOIO à heroica greve indeterminada levada à cabo pelos trabalhadores...
São Paulo – Professores e demais trabalhadores da educação terceirizados, escolas públicas entregues à gestão de organizações sociais privadas ou dos militares e educação a...
A Internacional da Educação, federação mundial de sindicatos nacionais de educação em 177 países e territórios, compilou as "‘25 lições sobre Educação e...
Prezado(a) Colega,  Neste nosso dia, tomo a iniciativa de escrever-lhe porque, como você, sou professor de educação básica e estou muito preocupado com os rumos do país, e da educação em particular....
Em homenagem ao Dia do Professor, o Correio Braziliense preparou uma reportagem especial e contou com a participação do presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Heleno Araújo....
Nosso país vive um grave momento, onde correm risco sua democracia e sua soberania, colocando em jogo o futuro e a cidadania do país e dos/as trabalhadores/as. Para fortalecer a defesa da democracia e da educação, sugerimos...
Em clima de muita tranquilidade e com os trabalhos da Comissão Eleitoral Geral primando pela organização, foi encerrado, às 21h de terça-feira (9), o primeiro dia das eleições no Sinteal, com a categoria...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.