MT: Sintep/MT não aceitará paliativos para solução ao caos na educação estadual

Publicado em Quarta, 29 Agosto 2018 15:19

banners giro pelos estados 2

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) encerrou o ato público, nessa terça-feira (28/8), na Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, reafirmando que não aceitará as medidas paliativas encaminhadas pelo órgão apenas para manter os estudantes nas escolas. E, convocou novo ato no Ministério Público Estadual, na próxima sexta-feira (31/8), às 15h.

Durante a mobilização foi relatada outra manobra da Secretaria, para além da Nota Técnica (009 e 010), a qual orienta que as escolas supram a falta de profissionais com ampliação da carga horária dos efetivos, e autorizando a extensão, em até 50%, do contrato dos professores interinos.

Para o Sintep, a proposta fará as vezes de um novo contrato, visto que o efetivo receberá na referência inicial de carreira e não na que atua. Quanto a extensão de contratos dos interinos precisará ser assegurado a vontade do profissional e que essas aulas adicionais sejam na própria habilitação. “Infelizmente essas artimanhas logo se revelarão insustentáveis, já que em algumas unidades o prejuízo ao direito dos estudantes continuará”, destaca a presidente do Sintep/MT, Jocilene Barboza.

Conforme Jocilene, a Seduc deveria colocar em andamento uma solução para o problema, uma vez que se comprometeu durante audiência com o Sintep/MT fazê-lo, por meio de petição ou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), junto aos órgãos competentes”, cobra Jocilene.

A atuação da mantenedora foi contestada pela manifestação pública de pais, estudantes e profissionais, que exigiram a reversão da situação com a convocação dos Concursados, para caso de vagas livres (efetivos), e contratação pelo processo seletivo simplificado (contagem de pontos), para substitutos, de forma transparente e lícita.

Diante de todos os relatos feitos durante o ato, o Sintep/MT reafirma o que foi deliberado no Conselho de Representantes (18 e 19 de agosto).

1 - As escolas não devem realizar as manobras que a Seduc, de maneira irresponsável, impõe;

2 – Não devem fazer junção de turma, nem obrigar os professores que estão fora de sala, nas diversas atividades, assumirem salas de aulas;

3 - As Escolas Plenas devem cumprir a carga horária, conforme o projeto, e não comprometer os estudantes;

4- As escolas devem exigir acesso ao sistema para inserir os contratos em substituição do pessoal;

5 – As escola devem mobilizar a comunidade escolar e formalizar ao Ministério Público denúncia sobre a omissão da SEDUC em garantir a oferta e qualidade na educação pública em Mato Grosso;

6 - As escolas que estão impossibilitadas por efeito da Nota Técnica deverão paralisar as atividades, até que a SEDUC regularize as contratações necessárias.

7 - As subsedes do Sintep devem encaminhar manifestações locais denunciando os impactos.

O Sintep/MT irá requerer manifestação do Conselho Estadual de Educação, por se constituir como colegiado ao qual compete a função de avaliar e fiscalizar a execução das políticas públicas da educação em Mato Grosso, dentre outras.

 (Sintep/MT, 29/08/2018)

 
 
  22/10/2018
Boletim CNTE 823
Brasil tem a chance de mostrar ao mundo como defender a democracia
INFORMATIVO CNTE 823  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 605: Vidas Negras Importam - Dia da Consciência Negra

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A cada três anos, o Sindipema realiza o Congresso dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju, órgão máximo deliberativo do sindicato. Neste ano, a conferencia acontece nos dias 22,23 e 24 novembro. Os...
O Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil (MIEIB) – constituído por 26 fóruns estaduais e um fórum do Distrito Federal – movimento social de luta pelo direito à...
Professores/as e funcionários/as de escolas públicas comparecem às urnas em todo o Espírito Santo, nesta segunda (19) e terça-feiras (20) para escolher os novos gestores do SINDIUPES-Sindicato dos Trabalhadores em...
A Audiência Pública aconteceu no dia de hoje (19 de novembro de 2018), no período da manhã, e teve como objetivo colher as contribuições das entidades educacionais para aprimoramento do texto enviado pelo...
O Abraço Negro, projeto original do Movimento Negro Unificado (MNU) e, abraçado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO), chega a sua 18ª edição em 2018, homenageando as...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, confere o seu mais irrestrito APOIO ao...
Confira os principais ataques da ampliação do pacotaço de Greca No final de outubro, Greca protocolou uma série de projetos que ampliam as maldades sociais do pacotaço aprovado sob forte repressão no ano...
Projeto que institui o Escola Sem Partido e proíbe "doutrinação ideológica" de alunos está em discussão na Câmara. Professores e procuradora federal lutam para que a questão não vire...
A Diretoria do Sintero solicitou uma reunião de urgência com a Secretaria de Estado da Educação para cobrar ações efetivas de combate à violência contra profissionais da educação nas...
A Internacional da Educação da América Latina (IEAL) realizou, nos dias 12 e 13 de novembro, em San José da Costa Rica, a reunião do Comitê Regional e do Conselho de Presidências e Secretarias Gerais das...
Na última quarta-feira (07/11), a Justiça mineira aprovou uma liminar de despejo de 450 famílias sem-terra do acampamento Quilombo Campo Grande, no município de Campo do Meio, no sul de Minas Gerais. Estas famílias...
De cabeça erguida, com a consciência de que a luta nunca deixou de ser feita, trabalhadores e trabalhadoras do município de Maceió decidiram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (13), pelo...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.