BA: Diretoria da APLB-Sindicato toma posse em solenidade

Publicado em Quarta, 17 Outubro 2018 16:19

2018 10 17 giro aplb

Eleita para o quadriênio 2018-2022, a nova diretoria da APLB-Sindicato tomou posse na manhã desta segunda-feira, 15 de outubro, em solenidade realizada no auditório do Sindicato dos Comerciários. Integrantes da APLB da capital e do interior prestigiaram o evento, que começou com o mestre de cerimônias, Valdir Assis, destacando a feliz coincidência desta data ser também o Dia do Professor. Em seguida, Jubiraci Bastos (violão) e Carla Lins (voz) tocaram Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores, música de autoria de Geraldo Vandré, e Alegria, Alegria, de Caetano Veloso.

Depois, foi anunciada a mesa dos trabalhos formada pelos dirigentes da APLB-Sindicato Rui Oliveira, Marilene Betros e Claudemir Nonato (Pig); Paschoal Carneiro, presidente da CTB-Ba; Rosa de Souza, vice-presidente da CTB-Ba e representante da Comissão Eleitoral que conduziu os trabalhos da eleição da APLB; Aurino Pedreira, ex-presidente da CTB-Ba e atual secretário de Relações Internacionais da entidade; Joelson Dourado, presidente do Sindicato dos Comerciários; Claudevir Moraes, presidente do Sindicato dos Bancários-Ba; Ivanilda Brito, presidente do Sindsaúde-Ba; Juliana Campos, presidente da UJS-Ba.

Valdir Assis destacou também a presença do presidente do PCdoB da Bahia, Davidson Magalhães, que saiu no início do evento para uma reunião com o governador Rui Costa; da deputada federal reeleita Alice Portugal (PCdoB); do ex-presidente da UNE, ex-vereador, ex-deputado Javier Alfaya.

Em seguida, a dupla de músicos executou o Hino Nacional com acompanhamento de toda a plateia no lotado auditório. O mestre de cerimônias fez o agradecimento em nome do sindicato pelos 25.918 votos obtidos na eleição para deputado estadual em 8 de outubro, e convidou a dirigente Dilma Santana Miranda para fazer o juramento de posse de toda a diretoria. Feito o juramento, Valdir Assis anunciou o discurso do 1º Secretário e Coordenador-Geral da APLB-Sindicato, professor Rui Oliveira.

“Sem o interior a APLB não sobrevive”

O professor Rui Oliveira iniciou seu discurso destacando o papel do interior do Estado na dinâmica do sindicato. “Sem o interior, a APLB não sobreviveria”, enfatizou. Rui explicou que a APLB decidiu fazer uma cerimônia mais simples, simbólica de posse da nova diretoria em face do momento de greve crise econômica do país, que afeta o setor sindical.

“Hoje, falei na Rádio Excélsior, logo cedo, sobre o Dia do Professor, lembrando às pessoas que esta data vem de 1827, quando era proibido que a mulheres fossem professoras, desde então, com muita luta, esse paradigma foi alterado e hoje temos mulheres não só nas salas de aulas como dirigindo entidades com muita competência”, disse Rui.

O coordenador-geral da APLB-Sindicato afirmou que “o golpe desferido contra a democracia, colocando Temer na Presidência da República, desmontou o Estado brasileiro”. O fato, prosseguiu Rui, é que “nossa luta é contra um projeto que congela investimento na educação por 20 anos; que arrasa com a saúde, fazendo com que só pobres e sem condições fiquem doentes, rico poderá se tratar, pobres, não; o povo vai sentir muito se o projeto de desmantelamento do Estado for adiante com a eleição de Bolsonaro”, alertou Rui.

Ele citou que a Justiça do Trabalho também é um empecilho para o trabalhador que requere seus direitos. “A reforma trabalhista de Temer foi impiedosa para o trabalhador, e a eleição de Bolsonaro, se consumar, vai ressuscitar tudo de ruim”, afirmou Rui.

Ele propôs a realização de um seminário da APLB-Sindicato, com debate interno da diretoria, a fim de analisar a postura de dirigentes e de representantes da base que por causa de divergência em reajuste salarial optam por votar em Bolsonaro. “Sem reajuste, alguns preferem o inferno”, finalizou o coordenador-geral da APLB-Sindicato.
Após o discurso de Rui, Rosa de Souza falou pela Comissão Eleitoral, em nome dela e de Ailton Araújo e Roberto Santana, efetivando a posse da nova diretoria da APLB-Sindicato.

(APLB-Sindicato, 17/10/2018)

 
 
  22/10/2018
Boletim CNTE 823
Brasil tem a chance de mostrar ao mundo como defender a democracia
INFORMATIVO CNTE 823  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 604: Em audiência pública, CNTE reitera posicionamento contrário à BNCC

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A Diretoria do Sintero solicitou uma reunião de urgência com a Secretaria de Estado da Educação para cobrar ações efetivas de combate à violência contra profissionais da educação nas...
Na última quarta-feira (07/11), a Justiça mineira aprovou uma liminar de despejo de 450 famílias sem-terra do acampamento Quilombo Campo Grande, no município de Campo do Meio, no sul de Minas Gerais. Estas famílias...
De cabeça erguida, com a consciência de que a luta nunca deixou de ser feita, trabalhadores e trabalhadoras do município de Maceió decidiram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (13), pelo...
Confira a nova edição do jornal CNTE Notícias sobre o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. A publicação traz dados do Atlas da Violência, informações acerca das...
A professora Ana Cristina Rodrigues é a nova presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam). A eleição teve chapa única e aconteceu ontem, dia 12, em Manaus e no interior. O Sinteam...
Nas redes sociais, o governador disse que falar em “Escola Sem Partido” tem servido para encobrir propósitos autoritários incompatíveis com a Constituição. O governador Flávio Dino (PCdoB) editou...
Contra a ameaça do projeto de lei 7.180/14, da Escola sem Partido, que será levado para votação, na terça-feira (13), às 9h30 (anexoII, plenário 2), em comissão especial na Câmara dos...
O SIMPERE protocolou no Ministério Público, Conselho Municipal de Educação, Câmara de Vereadores e Secretaria de Educação, na tarde desta quinta-feira (08) um abaixo assinado organizado com pais e...
Em reunião solicitada pelo Sinteal, a professora Valéria Correia, reitora da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) conversou, na última sexta-feira (9), com representantes do Sinteal, Adufal, Sintufal e Sintetfal para falar sobre...
247 - O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, classificou como uma "aberração" a decisão do Conselho Nacional de Educação (CNE), de...
O Brasil aparece em último lugar em ranking sobre prestígio do professor. A análise de 35 países aponta que desempenho dos alunos está ligado à forma como a sociedade vê e remunera seus professores. No...
Fotos: Jordana MercadoNo dia em que se encerra o CNE – Conselho Nacional de Entidades da CNTE, em Curitiba/PR, a direção da entidade apresentou ao plenário a Proposta de Planejamento para 2019, bem como o...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.