SP: APEOESP quer audiência de conciliação para evitar falta de professores

Publicado em Sexta, 11 Janeiro 2019 12:31

banners giro pelos estados 2

O ano letivo na rede estadual de ensino de São Paulo se iniciará sob a égide de um novo governo, com problemas acumulados ao longo de anos e uma nova situação que poderá agravar ainda mais a falta de professores que já ocorre nas escolas estaduais.

Um acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo, em ação movida pelo Ministério Público Estadual, considerou inconstitucional a contratação de servidores públicos temporários, inclusive os professores chamados de “categoria O”, prevista na lei complementar 1093, de 2009. O Tribunal entendeu que as condições para contratação previstas no artigo 1º da lei, são inconstitucionais.

Neste momento, a decisão do tribunal prejudica os estudantes. No mérito, a APEOESP concorda com a decisão. O Sindicato luta há anos pela realização de concursos públicos para efetivação dos professores e também já apontou inconstitucionalidades na lei 1093, quando esta foi aprovada. Porém, a decisão do TJSP foi intempestiva, não dando prazo suficiente para a regularização da atual situação, o que pode gerar a falta de professores, já que pelo menos 8.500 docentes da categoria O, com contratos encerrados em 2018, não poderão ser recontratados, se a decisão for mantida nos termos do acórdão.

APEOESP propõe Termo de Ajustamento de Conduta

Assim, a APEOESP realizou nesta quinta-feira, 10 de janeiro, um encontro com mais de 500 professores da categoria de todas as regiões do estado. Entre os encaminhamentos, reafirmou-se que a entidade lute pelo estabelecimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), entre o Tribunal e o Governo do Estado, para que sejam convocados 15 mil Professores de Educação Básica II já aprovados em concurso, conforme pleiteia Ação Civil Pública da APEOESP. Ao mesmo tempo, esperamos que o Tribunal permita a contratação dos professores da categoria O, pois os trâmites para escolha de cargo e demais providências para a posse dos concursados leva um certo tempo.

A APEOESP reivindicará do Tribunal a convocação de audiência de conciliação com o governo, para o estabelecimento do TAC.
Convocação de aprovados e novos concursos.

Nesta mesma quinta-feira pela manhã, a APEOESP reuniu-se com o Secretário da Educação, que anunciou a convocação de 3.230 Professores de Educação Básica I (PEB I) concursados. Da mesma forma que no caso de PEB II, será necessária a contratação de professores da categoria O, até que os concursados tomem posse.

Na reunião com a APEOESP, o Secretário da Educação reafirmou a informação anterior, de que o governo estadual ingressou com recurso no Supremo Tribunal Federal para a contratação de professores temporários de acordo com a necessidade da rede estadual de ensino e aguarda liminar do Presidente do STF.

O Sindicato também luta por novos concursos públicos, classificatórios e estadualizados (não realizados por polos), para que haja número suficiente de professores efetivos em todas as regiões do estado.

Fim do fechamento e superlotação das classes

O Sindicato também cobra da Secretaria da Educação, que cumpra ao menos o módulo atual de estudantes por classe (30 no ensino fundamental I, 35 no fundamental II e 40 no ensino médio), para evitar a superlotação das salas de aula e possibilitar, ao longo de tempo, a redução deste número máximo a patamares que favoreçam melhor a qualidade do ensino. Neste sentido, também devem ser interrompidos os fechamentos de classes quem continuam a ocorrer nas escolas estaduais.

A APEOESP espera que o impacto social do acórdão do Tribunal de Justiça, com a falta de professores e graves prejuízos aos estudantes, que ficarão sem aulas, leve o TJ a flexibilizar a decisão em prol da regularidade do processo educativo nas rede estadual de ensino.

(Apeoesp, 11/01/2019)

 
 
  22/03/2019
Boletim CNTE 829
 
INFORMATIVO CNTE 829  
 
 
Heleno Araújo participa de palestra sobre a reforma da Previdência em Pernambuco
 
 

Programa 610 - CNTE participa de lançamento de frente contra a Reforma da Previdência

 
 

Toda solidariedade ao Sindserum e a sua presidenta

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O SINTEPP participou nesta sexta-feira, 22, da PARALISAÇÃO NACIONAL convocada pelas centrais sindicais. A data, aprovada na assembleia geral de 12.03, representou o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência, contra a MP 873...
Diante do desmonte da Previdência proposto pelo Governo Bolsonaro, através da PEC 06/2019, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de Correntina – SINDTEC, em parceria com o Sindicato dos...
Tocantins também terá manifestações a Favor da Aposentadoria e da Previdência Social nesta sexta (22). Em Palmas, Centrais Sindicais organizam ato às 8h, em frente ao INSS. Confira agenda com locais e...
O líder indígena costarriquenho Sergio Rojas Ortiz, coordenador Frente Nacional de Povos Indígenas (Frenapi) da Costa Rica foi assassinado alvejado a tiros em sua casa na comunidade indígena de Salitre, um dos...
Os sindicatos de Rondônia promoverão no dia 22 de março, sexta-feira, o Dia de Luta em Defesa da Previdência, conforme convocação nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores em...
Reunidos nesta quarta-feira (20/3), deputados e senadores de oposição lançaram a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, na Câmara dos Deputados. Representantes de centrais sindicais,...
O Sintero reuniu milhares de pessoas durante ato público contra o feminicídio e em defesa dos direitos das mulheres, nesta terça-feira (19/03). Na ocasião, houve uma caminhada pelas ruas do centro de Porto Velho e foi...
O SINTE-PI realizou nesta segunda-feira (18) uma manifestação no Pátio da Secretária de Educação e Cultura do Estado (SEDUC-PI). Os servidores da educação reivindicam a valorização...
No aniversário de 40 anos do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF), completados na última quinta-feira (14), a entidade não poderia ter ganho presente melhor: o reconhecimento da luta sindical. A sessão...
Nesta terça-feira (19/3), o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, participou de audiência sobre Proposta de Emenda à Constituição...
A Direção do Sintero, representada pela presidente Lionilda Simão e pelo secretário de Finanças, Manoel Rodrigues da Silva, participou de audiências em Brasília, na terça-feira (12/03), com o...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) convoca todos os trabalhadores em educação para integrarem as mobilizações contra a reforma da previdência, marcada para o dia 22...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.