TO: Educadores de Guaraí deliberam por permanecer em Estado de Greve

Publicado em Sexta, 25 Janeiro 2019 14:38

2019 01 25 giro sintet

Os educadores da rede municipal de Guaraí deliberaram por permanecer em Estado de Greve. A decisão foi tomada por unanimidade durante a assembleia realizada no fim da tarde desta quinta-feira, 24, na Escola Municipal JK, em Guaraí. Também foi deliberado sobre dar prazo de 15 (quinze) dias para que a Prefeitura apresente uma contraproposta para a categoria.

Na assembleia, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), regional de Guaraí, Iolanda Bastos, apresentou um balanço das negociações da reunião com a prefeita, Lires Ferneda (PSDB). A categoria requer a valorização da carreira, mas a prefeitura nega condições de executar o pedido.

A prefeitura apresentou como proposta o pagamento do reajuste referente a data-base 2019, com índice 2,37%, a ser implementado em maio, para todos os servidores públicos municipais e o pagamento do retroativo do auxílio alimentação (referente a 4 meses do ano de 2016 e 10 meses de 2017) em quatorze vezes a partir de fevereiro, porém não houve consenso quanto a aplicação do reajuste do Piso na carreira do Magistério. A equipe técnica da prefeitura discorda da implementação do reajuste do Piso na Carreira, que segundo a gestão, não tem justificativa legal. A gestão também justificou que tem vontade de melhorar os salários dos servidores públicos em geral, mas não tem como fazer devido a responsabilidade fiscal. “Qualquer reajuste está impossibilitado, pois impacta na elevação do limite prudencial”, disse a prefeita, Lires Ferneda.

O impasse referente a valorização da carreira continua. Os profissionais da educação justificam que a educação dispõe de recursos próprios para a valorização dos educadores, através do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), e que que a prefeitura precisa estudar uma maneira de fazê-lo. Os profissionais cobram a valorização da carreira há mais de dois anos e alegam uma perda salarial de mais de 14%.

Os educadores também deliberam pela realização de atos públicos e panfletagem elencando a necessidade de valorização da categoria. “Não há justificativa plausível para não valorizar a carreira, não podemos aceitar o pareamento do salário em relação as demais carreiras, nossa base salarial deve ser corrigida de acordo com o Piso do Magistério”, disse Iolanda Bastos.

A categoria decidiu ainda por uma moção de repúdio ao Jornalista Márcio Rocha. Os profissionais da educação relataram que a categoria tem sido insultada pelo jornalista, que segundo os professores, alimenta o site da prefeitura e participa de um grupo de WhatsApp dos servidores públicos municipais, e que o mesmo usa o grupo para atacar a presidente do sindicato, bem como a categoria.

Participaram da reunião com a prefeitura representando o sindicato: o Presidente, José Roque Santiago, a Presidente Regional, Iolanda Bastos, o Secretário de Assuntos Municipais, Joelson Pereira, a Assessora Jurídica, Franciele Barbosa, o Assessor Contábil, Samuel Chiesa, a assessora de Comunicação, Nubia Martins, a secretária, Luciana Costa e os professores, Antonio Luís, Lucilene Borges e Maria Gerlândia.

Representando a prefeitura: a Prefeita, Lires Ferneda, o Secretário de Administração, Raimundo Pessoa, o Secretário de Educação, Sebastião Mendes, o Contador, João Porfílio, os Assessores Jurídicos, Marcela Félix e Pablo Félix e do Controle interno, João Batista, a secretária, Vânia, além do Jornalista, Márcio Rocha.

(Sintet, 25/01/2019)

 

 
 
  12/04/2019
Boletim CNTE 832
Início dos encontros dos coletivos da CNTE
INFORMATIVO CNTE 832  
 
 
Heleno Araújo participa de palestra sobre a reforma da Previdência em Pernambuco
 
 

Programa 611 - Lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública

 
 

Novo ministro da Educação, Abrahan Weintraub, indica o aprofundamento das políticas de mercantilização e privatização da educação no país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Preocupado com a saúde dos profissionais da educação, o Sinteal esteve na secretaria municipal de saúde de Maceió, no dia 11 de abril, para falar sobre a campanha de vacinação contra o vírus...
Os professores da rede municipal de Educação de Riachinho estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 8 de abril. A decisão foi tomada pela categoria em assembleia geral, no dia 28 de março. O movimento...
O dia 15 de abril de 2019 marcou o início da greve da Educação no Estado do Amazonas. Os/as trabalhadores/as em educação do Estado, representados pelo SINTEAM, deflagraram o movimento grevista da categoria com uma...
O Sintero recebeu respostas de diversas reivindicações dos trabalhadores em educação, através do ofício nº4533/2019, expedido pela Secretaria de Educação do Estado de Rondônia (Seduc),...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos/as profissionais da educação básica do setor público brasileiro, repudia a atitude da...
Presidente da CNTE, Heleno Araújo, contribui com o ensaio “A Educação Cidadão ao golpe de 2016”, no livro A Constituição Traída que terá lançamento nacional em Recife -...
O Movimento Unificado dos Servidores Públicos de Maceió obteve importante vitória na última sexta-feira (12), após a inédita reunião com a presença do prefeito da capital, Rui Palmeira, e que...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso renova a representação dentro do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso (CEE-MT) para a gestão 2019-2023. A nova composição,...
O governo de Jair Bolsonaro (PSL) enviou ao Congresso Nacional um Projeto de Lei (PL) que regulamenta o ensino domiciliar. O PL faz parte das metas dos 100 dias de governo do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos...
As atividades de mobilização do Dia em Defesa dos Precatórios do FUNDEF para os profissionais do Magistério prosseguiram na tarde de quinta-feira (11). O Sindeducação e o Sinproesemma promoveram um debate, com...
Após uma longa e tensa audiência com o secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, a direção central do CPERS saiu do Piratini no final da tarde de sexta-feira (12/4) com o compromisso de uma mesa de...
Os educadores da Rede Pública Municipal de São Luís decidiram paralisar as atividades no próximo dia 30 de Abril, contra a política de arrocho salarial implementada pelo Governo Edivaldo Holanda Júnior, que...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.