PI: Coletivo de mulheres do Sinte discute políticas públicas para o segmento

Publicado em Sexta, 25 Janeiro 2019 15:06

2019 01 25 giro sintePI

Participação das mulheres na política de gênero nas organizações, este foi o tema da primeira reunião do Coletivo de Mulheres do Sinte-PI nesta ano de 2019, que aconteceu na quarta-feira (23/01) no auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí.

A reunião contou com a participação da secretária de finanças da CNTE, Rosilene Correa, com a professora Dra. Maria do Carmo Bonfim e com a vice-presidente da Fetag-PI, Lucilene Ferreira.

A presidente do Sinte-PI, professora Paulina Almeida fez a abertura do evento com uma análise breve sobre o cenário voltado para as trabalhadoras em educação e as ameaças de retirada de direitos oriundos da reforma da previdência que atingem fortemente as mulheres. “É preciso que estejamos atentas, firmes e unidas para combater mais esse ataque cruel que é a reforma da previdência. É preciso resistir, resistir e resistir!”, enfatizou Paulina.

A secretária de finanças da Confederação dos Trabalhadores em Educação (CNTE), professora Rosilene Correa fez uma análise de conjuntura mais aprofundada destacando os ataques a classe trabalhadora de um modo geral, com as reformas, leis trabalhistas, congelamento dos investimentos e deu destaque à reforma da previdência que fere cruelmente as mulheres, em especial as trabalhadoras em educação que perdem seu direito a aposentadoria especial.

Na avaliação de Rosilene a reunião do coletivo foi de extrema relevância importância. “É de extrema importância que os coletivos se reúnam e que as mulheres se unam tendo em vista os ataques que estamos sofrendo com as políticas do atual governo. É importantíssimo que as mulheres estejam organizadas se fortalecendo cada vez mais”, destacou Rosilene Corrêa.

Maria do Carmo Bonfim, professora Dra. em filosofia e história da educação, destacou o cuidado que precisamos ter diante desse novo cenário. “Eu vejo esse novo cenário desafiador para todos nós, que somos cidadãos e profissionais. Vejo essa situação com muito cuidado e permeada por muitas incertezas. Precisamos reinventar o conhecimento que temos da nossa prática cidadão e profissional, e formas de resistência a um governo. Interferir no contexto, na família na escola para reinventar formas de resistência organizada política e socialmente”, finalizou Bonfim.

Marcha das Margaridas

A pauta Marcha das Margaridas foi abordada pela vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAG/PI), Lucilene Ferreira, que trouxe dados importantíssimos sobre a Marcha e enfatizou a importância de unirmos as mulheres do campo e da cidade nessa luta de resistência pela manutenção dos direitos das mulheres.

Com o lema: Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência, as Margaridas pretendem mobilizar 100 mil mulheres fazer um dos maiores atos do evento em Brasília este ano de 2019. De acordo com Lucilene Ferreira, o Piauí está se organizando para levar 20 ônibus Brasília. “A Fetag-PI estará junto com suas parceiras, CUT, CTB e seus sindicatos para cobrar do poder público e implementação de políticas públicas para as mulheres do urbanas e rurais”, enfatizou Lucilene.

A Secretária de Mulheres do Sinte-PI, Antonia Ribeiro avaliou como positivo e importante a primeira reunião do Coletivo de Mulheres em 2019. “Foi muito importante e participativo, considero positivo. Aqui podemos discutir e compreender o processo de transformação e dificuldade social. Com a campanha Ninguém solta a mão de ninguém queremos destacar a importância de estarmos unidas diante dos ataques que as mulheres vem sofrendo nesse governo”, finalizou Antonia.

Participaram desta atividade as trabalhadoras da base da educação, sindicato dos comerciários, aposentadas, Núcleos Regionais de Água Branca, Campo Maior, Demerval Lobão, Esperantina, Floriano, Jaicós, José de Freitas, Piracuruca, Oeiras, Pio IX e União.

(Sinte-PI, 25/01/2019)

 
 
  12/04/2019
Boletim CNTE 832
Início dos encontros dos coletivos da CNTE
INFORMATIVO CNTE 832  
 
 
Heleno Araújo participa de palestra sobre a reforma da Previdência em Pernambuco
 
 

Programa 611 - Lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública

 
 

Novo ministro da Educação, Abrahan Weintraub, indica o aprofundamento das políticas de mercantilização e privatização da educação no país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Preocupado com a saúde dos profissionais da educação, o Sinteal esteve na secretaria municipal de saúde de Maceió, no dia 11 de abril, para falar sobre a campanha de vacinação contra o vírus...
Os professores da rede municipal de Educação de Riachinho estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 8 de abril. A decisão foi tomada pela categoria em assembleia geral, no dia 28 de março. O movimento...
O dia 15 de abril de 2019 marcou o início da greve da Educação no Estado do Amazonas. Os/as trabalhadores/as em educação do Estado, representados pelo SINTEAM, deflagraram o movimento grevista da categoria com uma...
O Sintero recebeu respostas de diversas reivindicações dos trabalhadores em educação, através do ofício nº4533/2019, expedido pela Secretaria de Educação do Estado de Rondônia (Seduc),...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos/as profissionais da educação básica do setor público brasileiro, repudia a atitude da...
Presidente da CNTE, Heleno Araújo, contribui com o ensaio “A Educação Cidadão ao golpe de 2016”, no livro A Constituição Traída que terá lançamento nacional em Recife -...
O Movimento Unificado dos Servidores Públicos de Maceió obteve importante vitória na última sexta-feira (12), após a inédita reunião com a presença do prefeito da capital, Rui Palmeira, e que...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso renova a representação dentro do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso (CEE-MT) para a gestão 2019-2023. A nova composição,...
O governo de Jair Bolsonaro (PSL) enviou ao Congresso Nacional um Projeto de Lei (PL) que regulamenta o ensino domiciliar. O PL faz parte das metas dos 100 dias de governo do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos...
As atividades de mobilização do Dia em Defesa dos Precatórios do FUNDEF para os profissionais do Magistério prosseguiram na tarde de quinta-feira (11). O Sindeducação e o Sinproesemma promoveram um debate, com...
Após uma longa e tensa audiência com o secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, a direção central do CPERS saiu do Piratini no final da tarde de sexta-feira (12/4) com o compromisso de uma mesa de...
Os educadores da Rede Pública Municipal de São Luís decidiram paralisar as atividades no próximo dia 30 de Abril, contra a política de arrocho salarial implementada pelo Governo Edivaldo Holanda Júnior, que...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.