Debate sobre Ética na Política e Ética no Judiciário marca o início do Paulo Freire em setembro

Publicado em Quinta, 21 Setembro 2017 09:28

mesadeabertura

Paulo Freire em setembro reuniu, na última terça-feira (19), estudantes, educadores e representantes de intuições de ensino e sindicatos no auditório do Centro de Educação da UFPE, no Recife. Anualmente, o evento celebra o aniversário do patrono da educação brasileira, mas este ano – diante do desmonte da educação pública - o Paulo Freire em setembro ganhou corpo e se configurou como Jornada Latino Americana de Luta em Defesa da Educação Pública, Gratuita, Laica e Emancipadora.

A solenidade da mesa de abertura foi iniciada com a apresentação dos estudantes da Escola de Referência Ensino Médio (EREM) Porto Digital, que integram a banda escolar Porto Mix. Segundo a professora de artes, Sônia Torres, a banda surgiu como uma forma de resistência contra o preconceito religioso dentro da escola, mas o debate se amplia através da música para outros assuntos, como meio ambiente e direitos sociais. Os jovens foram convidados a cantarem uma versão percussiva do Hino Nacional para a ocasião.

A solenidade contou com a presença de representantes da Cátedra Paulo Freire, do Centro Paulo Freire – Estudos e Pesquisas, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco, Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire), Conselho Nacional de Educação, Centro de Educação da UFPE, Pro-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPE, Pro-Reitoria para Assuntos Estudantis da UFPE, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação.

Durante a mesa de abertura, Eliete Santiago, coordenadora da Cátedra Paulo Freire, destacou que o dia do aniversário Paulo Freire deve ser um dia de comemoração e mobilizações. “É O momento e movimento de se realizar a leitura crítica da realidade”, definiu. De acordo com os integrantes da mesa, a educação pública é fundamental para uma construção de País. “Existem 50 milhões de matrículas na educação brasileira e 40 milhões dessas matrículas estão na escola pública”, destacou Alfredo Macedo, diretor do Centro de Educação da UFPE.

Em seguida, o evento deu início às mesas temáticas. O debate sobre Ética na Política e Ética no Judiciário contou com a participação do filósofo Sérgio Ramos e da advogada professora Liana Cirne Lins, ambos professores da Universidade Federal de Pernambuco. A advogada iniciou a sua reflexão conectando a crise de representatividade brasileira e o momento em que setores conservadores da sociedade conduziram esse movimento iniciado em 2013. Para ela, assim como os partidos políticos se utilizaram das pautas daquele momento, a Justiça também se colocou politicamente no debate.

A advogada explicou ainda a diferença entre os conceitos de neutralidade e imparcialidade e reafirmou que a função da Justiça é julgar conflitos. Para Liana, o Brasil viveu um momento importante quando a luta de classe se uniu ao movimento negro e ao feminista, entretanto afirma que a luta que representa essa união de causas precisa ser travada nas instâncias superiores e na base também, como lutar contra o machismo, racismo e homofobia nas nossas relações cotidianas.

O segundo expositor, o filósofo Sérgio Ramos, chamou atenção sobre o outro que durante toda a história foi violentado, agredido, seja ele negro, judeu, mulher, índio, sírio. “A ética é um lugar de resistência contra a violência, é uma luta contra a exclusão”, defendeu. Para o Ramos, a política é uma atividade de regu

lação do humano, não há apolítico, não há lugar de não político, não há neutralidade política. Segundo Ramos, Aristóteles colocava que a política é uma decorrência da ética. Entretanto movimentos históricos tentam separar a política da ética, uma é a Realpolitik e o outro é o moralismo.

Sobre o patrono da Educação e aniversariante, Ramos observou que a pedagogia do oprimido de Paulo Freire é antes de tudo uma ética da condição humana, ou seja, ela observa o outro. Em Pedagogia da Autonomia, Paulo Freire nos fala sobre o que é fundamental, a capacidade de sermos autônomos, de enfrentar as tempestades. O patrono da Educação brasileira nos lança um sentimento de esperança, sentimento que é capaz de resistir contra as intempéries. Paulo Freire fala sobre a pedagogia da resistência, sobre a amorosidade, sobre a esperança para mudar.

(Sintepe, 20/09/2017)

 
 
  13/10/2017
Boletim CNTE 803
15 de outubro - Dia de Luta pela Educação e pelo Brasil
INFORMATIVO CNTE 803  
 
 
Uma homenagem a todos/as que fazem da escola um local de dedicação e amor (15/10/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE avalia como retrocesso a decisão do STF em permitir o proselitismo religioso nas escolas públicas

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Os diretores do Sinte-PI, João Correia e Filomena Cristina, juntamente com os dirigentes do Núcleo Regional de José de Freitas visitaram a Unidade Escolar Elon Machado Moita, no município de Lagoa Alegre do Piauí,...
Em resposta à truculência do prefeito de Matriz do Camaragibe com os trabalhadores e as trabalhadoras em educação, o Sinteal realizou, na manhã desta terça-feira (17/10), um ato público de protesto pelas...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) convoca os/as trabalhadores/as das rede municipais e estadual de educação para a mobilização contra a PEC 10/2017, que congelará os...
Mais do que o Dia do Professor, o 15 de outubro foi momento de relembrar as lutas da Educação e render homenagens aos educadores do país. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE...
Presente em quase todos os municípios de Alagoas com seus núcleos regionais e municipais, o Sinteal dá início, a partir da próxima quinta-feira (19), à “Caravana do Sinteal: porque a luta não...
O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE, Heleno Araújo, participará da conferência-debate “Depois de Lula: educação e sociedade no Brasil”, que...
Foto: Elza Fiuza A falta de reconhecimento e de condições de trabalho tem atraído cada vez menos alunos para uma profissão que já esteve entre as mais valorizadas no país: a de professor. A cada 100 jovens...
O Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) lançou nota de repúdio sobre a ingerência do Sistema CREF/CONFEF no trabalho dos professores e professoras de Educação Física na escola de...
O Coordenador Geral do ASPROLF, Valdir Silva, participou na manhã desta terça-feira (11/10), de uma reunião de pais e/ou responsáveis na Escola Municipal Ipitanga no Centro de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (SINTET) vem a público manifestar repúdio ao pronunciamento do deputado estadual, Alan Barbiero, pelo seu desnecessário posicionamento a respeito da...
Neste mês de outubro, o Sinteal, através de suas diretoras e seus diretores, veste literalmente a camisa em apoio à Campanha “Outubro Rosa”, versão 2017. O “Outubro Rosa” é um movimento que...
Com caras pintadas, segurando bandeiras e faixas, estudantes de escolas estaduais participam nesta quarta-feira (11), do acampamento na Assembleia Legislativa contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 10/2017,...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.