Educadores de RO aprovam proposta do Movimento Pedagógico Latino-Americano

Publicado em Segunda, 02 Outubro 2017 09:37

WhatsApp Image 2017 09 30 at 19.10.49

Os educadores e educadoras de Rondônia que participaram do Encontro do Movimento Pedagógico Latino-Americano, neste final de semana em Porto Velho, aprovaram a iniciativa da IEAL (Internacional da Educação para a América Latina) e da CNTE em proporcionar, em parceria com o Sintero, um debate de extrema importância para construir as estratégias de enfrentamento às medidas neoliberais do governo ilegítimo e golpista de Michel Temer.

Nos dois dias do evento, dirigentes sindicais e especialistas em educação de sete países debateram os desafios para a construção de uma educação libertadora, tendo como temática principal “Educação Pública: Democracia e Resistência”. Os educadores, educadoras e diretores do Sintero tiveram a oportunidade de conhecer as experiências de luta de sindicatos da Argentina, Paraguai, Uruguai, Costa Rica, Chile e México e o modelo educacional implantado pelo governo de Evo Morales na Bolívia, que erradicou o analfabetismo no país. Este foi apresentado pelo coordenador nacional do Profocom (Programa de Formação Complementar para Atores do Sistema Educativo Plurinacional do Ministério da Educação da Bolívia), Armando Terrazaz Calderón.

A IEAL enviou seu coordenador geral do Escritório Regional na Costa Rica, Combertty Rodriguez, e a CNTE, além do presidente Heleno Araújo Filho, participou com seus principais diretores, a secretária Geral, Fátima Silva; o secretário de Relações Internacionais, Roberto Franklin de Leão, e o secretário de Assuntos Educacionais, Gilmar Soares. Isso para demonstrar a seriedade com que o tema deve ser enfrentado no Brasil e evitar o retrocesso das políticas públicas para a Educação Pública.

Para a professora de séries iniciais e da educação infantil, Maria Aparecida de Almeida Pinheiro, do município de Rolim de Moura, o encontro foi importante para a formação profissional, bem como para a atuação enquanto militante sindical. “Muito bom esse intercâmbio de informações, para conhecer a realidade dos países vizinhos e percebermos que a situação não difere muito da nossa. Os desafios são os mesmos e nos deu muita esperança para continuarmos lutando. Estamos no caminho certo para fortalecermos a luta pela democracia e na defesa da escola pública”, declarou ela, que é pedagoga com 20 anos de sala de aula.

Já a professora Leonilda Simão de Souza, de Cacoal, considerou o debate muito rico ao apresentar o quadro de perdas de direitos no Brasil para a classe trabalhadora e as consequências para os países da América Latina, além da troca de informações. “O Movimento Pedagógico motiva ainda mais a categoria para realizarmos a luta por uma educação de qualidade. Acredito ser possível compartilharmos esse aprendizado com a base nos municípios, o que vai fortalecer o movimento sindical no Estado”, destacou.

O professor Emerson Pereira de Carvalho, de Nova Brasilândia do Oeste, avaliou o encontro como extraordinário, por promover excelentes debates pelos convidados internacionais e os demais participantes da CNTE, que expuseram a conjuntura da educação na América Latina. Também disse perceber que a situação enfrentada atualmente no Brasil se estende aos demais países da região. “Pode ser até de forma diferente, mas é importante sabermos que o processo ideológico é o mesmo. Além da troca de experiência também podemos refletir sobre a maneira de fazer movimento sindical no país a partir dessa conjuntura que estamos vivenciando atualmente. Agora é voltar para nossa base e repassar o que vimos aqui”, afirmou.

Nas diversas intervenções dos participantes do Encontro ficou claro que a única forma de o movimento sindical combater as medidas neoliberais que buscam privatizar os serviços da educação e desvalorizar o trabalho do professor e professora é o fortalecimento da organização sindical na base, bem como a sua capacidade de ser protagonista na construção de uma educação libertadora.

 
 
  13/10/2017
Boletim CNTE 803
15 de outubro - Dia de Luta pela Educação e pelo Brasil
INFORMATIVO CNTE 803  
 
 
Uma homenagem a todos/as que fazem da escola um local de dedicação e amor (15/10/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE avalia como retrocesso a decisão do STF em permitir o proselitismo religioso nas escolas públicas

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Os diretores do Sinte-PI, João Correia e Filomena Cristina, juntamente com os dirigentes do Núcleo Regional de José de Freitas visitaram a Unidade Escolar Elon Machado Moita, no município de Lagoa Alegre do Piauí,...
Em resposta à truculência do prefeito de Matriz do Camaragibe com os trabalhadores e as trabalhadoras em educação, o Sinteal realizou, na manhã desta terça-feira (17/10), um ato público de protesto pelas...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) convoca os/as trabalhadores/as das rede municipais e estadual de educação para a mobilização contra a PEC 10/2017, que congelará os...
Mais do que o Dia do Professor, o 15 de outubro foi momento de relembrar as lutas da Educação e render homenagens aos educadores do país. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE...
Presente em quase todos os municípios de Alagoas com seus núcleos regionais e municipais, o Sinteal dá início, a partir da próxima quinta-feira (19), à “Caravana do Sinteal: porque a luta não...
O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE, Heleno Araújo, participará da conferência-debate “Depois de Lula: educação e sociedade no Brasil”, que...
Foto: Elza Fiuza A falta de reconhecimento e de condições de trabalho tem atraído cada vez menos alunos para uma profissão que já esteve entre as mais valorizadas no país: a de professor. A cada 100 jovens...
O Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE) lançou nota de repúdio sobre a ingerência do Sistema CREF/CONFEF no trabalho dos professores e professoras de Educação Física na escola de...
O Coordenador Geral do ASPROLF, Valdir Silva, participou na manhã desta terça-feira (11/10), de uma reunião de pais e/ou responsáveis na Escola Municipal Ipitanga no Centro de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (SINTET) vem a público manifestar repúdio ao pronunciamento do deputado estadual, Alan Barbiero, pelo seu desnecessário posicionamento a respeito da...
Neste mês de outubro, o Sinteal, através de suas diretoras e seus diretores, veste literalmente a camisa em apoio à Campanha “Outubro Rosa”, versão 2017. O “Outubro Rosa” é um movimento que...
Com caras pintadas, segurando bandeiras e faixas, estudantes de escolas estaduais participam nesta quarta-feira (11), do acampamento na Assembleia Legislativa contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 10/2017,...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.