Sistemas que mais comercializam a educação têm os piores resultados educativos

Publicado em Quinta, 16 Novembro 2017 09:53

 JOR4269

O professor americano Gustavo Fischman encerrou o primeiro dia de conferências do IV Encontro do Movimento Pedagógico Latino-Americano, que acontece no Centro de Convenções do Actuall Hotel, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele revelou que os sistemas que mais comercializaram a educação são os que tiveram os piores resultados educativos, conforme dados da Unesco e da OCDE (Organização de Cooperação do Desenvolvimento Econômico).

Titular no Mary Lou Fulton Teacher’s College do Arizona State University e coordenador da área de Comunidades de Pesquisa, Conhecimento Público e Democracia da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso/RJ), Gustavo Fischman, disse que experiência mundial demonstra que os sistemas que mais avançaram na privatização e na comercialização, em fazer os docentes menos profissionais e mais dependentes das tecnologias preconcebidas, muito simplistas, os resultados obtidos nas provas acadêmicas são reprovados pelos mesmos organismos que querem privatizar. “Os resultados desses sistemas são ruins. São dados deles e não os meus. Dados da OCDE e da Unesco”, ressaltou.

>> Clique aqui e acompanhe ao vivo os debates.

Para Gustavo Fischman, as organizações sindicais têm participação fundamental neste processo de profissionalização dos trabalhadores e trabalhadoras da educação. “As pessoas que falam que a solução dos problemas educativos é destruir o sindicato e demitir os docentes ineficientes não tem comprovação científica de que isso funciona”, alertou ele.

Segundo o professor norte americano, os países que melhor tratam os docentes, que tem melhor diálogo com sindicatos são países com melhor desempenho educativos. “Inclusive nos EUA, o estado que tem maior taxa de sindicalização dos docentes, que tem melhor regulação do sistema, tem, sozinho, resultados melhores que o da Finlândia”, comentou Fischman, referindo-se ao estado de Massachusetts.

Gustavo Fischman lembrou que a palavra mais usada para definir a situação da escola pública hoje é “crise na educação”. Dessa forma, os meios de comunicação que têm interesses na privatização iniciam a campanha para fomentar essa crise e colocando os professores como os vilões dessa situação. Com isso, o setor privado enxerga a crise como oportunidade de negócio para privatizar e comercializar.

Fischman disse que não pode conceber a profissionalização dos docentes sem a defesa clara do espaço escolar como local de trabalho, seguro para os educadores e para os alunos e neste processo o sindicato tem muita força. “Não consigo entender profissionais docentes sem boa capacitação e isso se consegue somente com sindicatos fortes”, reiterou.

O IV Encontro reúne cerca de 750 dirigentes sindicais de 21 países da América Latina e Europa, além de representantes dos sindicatos filiados à CNTE. A programação tem atividades até sexta-feira, 17.

>> Clique na imagem abaixo e veja a programação do evento:

encontro mpl belo horizonte slideshow final

Veja mais fotos do evento no página oficial da CNTE no Facebook.

 
 
  23/03/2018
Boletim CNTE 813
Debate sobre a privatização da educação repercute para dentro e fora do Brasil
INFORMATIVO CNTE 813  
 
 
CNTE convoca trabalhadores/as a realizarem atos em defesa de Lula (07/05/2018)
 
 

Programa 601: CNTE lança campanha para o Dia Internacional de Luta contra a LGBTfobia

 
 

Lula é um preso político! A ditadura escancarada de Temer só sucumbirá com o povo nas ruas!

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Com o Clube Fênix Alagoana lotado, trabalhadoras/es de várias categorias do Município de Maceió, dentre elas a Educação, decidiram, em assembleia unificada, paralisar os trabalhos por 2 (dois) dias na...
Os educadores de Natal suspenderam a greve da categoria. A decisão foi tomada em assembleia na última quarta-feira (16), na ASSEN. Os profissionais deliberaram por voltar às atividades porque, na avaliação deles,...
O autoconhecimento é fundamental para a saúde e a harmonia pessoal. Pensando nisso, o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) promoveu uma palestra com a terapeuta corporal Ayuerda Enildes...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, torna público o seu mais...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), junto aos demais sindicatos e associações representantes dos servidores públicos estaduais estiveram reunidos com o governador interino, Mauro...
Estudantes, professores, técnicos educacionais e centenas de comunidades dos distritos e da zona rural de Porto Velho estão sendo seriamente prejudicados pela prefeitura de Porto Velho devido à falta de transporte escolar.A...
Diretoras/es do Sinteal e do Núcleo Regional/Viçosa e trabalhadoras/es da rede municipal de Educação de Capela participaram, na quarta-feira (16/5), de sessão ordinária na Câmara Municipal, quando...
Nesta quarta-feira (16.5), representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) participaram da 1ª Conferência Mundial de Funcionários da Educação realizada em...
"É uma data de celebração, comemoração, mas também é um dia de luta. Neste ano no Brasil não temos muito a comemorar porque vivemos um golpe recheado de retrocessos. A comunidade LGBT...
Coordenada pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação há 15 anos, a SAM 2018 acontecerá entre os dias 3 e 10 de junho em todo o território nacional. Ela precede a data de aniversário do Plano...
Em defesa da educação livre de mordaça, o Sinteal realizou nesta quarta-feira (16), uma grande mobilização no município de Boca da Mata. Em sessão ordinária na Câmara Municipal de Vereadores...
Os alunos da Unidade de Educação Integral da Escola Municipal João Cabral, na Vila Verde (CIC), sofrem com o mau cheio causado por um vazamento no esgoto do banheiro. Além do incomodo, a situação expõe...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.