Moção de repúdio à Câmara de Vereadores de São Lourenço do Sul/RS pela aprovação do projeto Escola sem Partido

Publicado em Terça, 17 Julho 2018 16:25

banners mocao de repudio 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação - CNTE, entidade representativa de mais de 4 milhões de trabalhadores das escolas públicas brasileiras, vem a público REPUDIAR a aprovação pela Câmara Municipal de São Lourenço do Sul/RS do Projeto Escola sem Partido, que “institui, no âmbito do sistema municipal de ensino, o Programa Escola sem Partido” que ficou conhecido no Brasil como Lei da Mordaça.

Nossa manifestação contrária se volta especialmente aos autores da referida proposição legislativa, a saber os vereadores Adrean Peglow (PSDB), Paulinho Pereira (PSDB), Matias Fromming (PSDB), Dari Pagel (PP) e Jonatã Harter (PDT). Estes desconhecem ser a escola o espaço privilegiado de um Brasil soberano e igualitário, construído diariamente por trabalhadoras e trabalhadores em educação, que devem ser bem remunerados e formados, com crianças e adolescentes participativos, respeitosos e respeitados, no exercício de uma educação que promova o respeito à cidadania.

Cumpre lembrar aos desavisados vereadores de São Lourenço que, de forma inadvertida aprovaram esse projeto, que o mérito dessa proposta já foi julgado pelo STF na apreciação de um caso similar no Estado de Alagoas e, à época, decidiu suspender a sua aplicação. Trata-se de uma iniciativa calcada no retrocesso sócio educacional e cultural e que, em boa hora, a corte máxima do judiciário brasileiro impediu sua propagação por ofender os princípios da liberdade de expressão e de ensino, do pluralismo de ideias e concepções pedagógicas e da gestão democrática do ensino, conforme prevê o artigo 206, incisos II, III e VI da Constituição Brasileira.

Atentamos ainda para o fato de que o projeto em tramitação na Câmara Federal ainda não passou pela Comissão Especial que trata do assunto e que vários/as educadores/as, referências nacionais e internacionais no campo da educação, se colocam contrários à mordaça a ser imposta nas escolas, pois esta solidifica a barbárie e todos os preconceitos, fanatismos religiosos, ignorância, falta de civilidade e de solidariedade, além de promover e fomentar o machismo, o racismo e a xenofobia.

Os/as educadores/as brasileiros/as, verdadeiros conhecedores do ambiente educativo, são os representantes mais qualificados para exprimir as contribuições que a educação pública de qualidade pode fazer à sociedade.

A CNTE está atenta a essa aberração chamada Projeto de Escola Sem Partido, em qualquer lugar que ele seja proposto e/ou aprovado, colocando-se à disposição dos/as trabalhadores/as em educação do município para qualquer enfrentamento jurídico que sejam obrigados a empreender.

Brasília, 17 de julho de 2018

Direção Executiva da CNTE

 
 
  22/10/2018
Boletim CNTE 823
Brasil tem a chance de mostrar ao mundo como defender a democracia
INFORMATIVO CNTE 823  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 605: Vidas Negras Importam - Dia da Consciência Negra

 
 

Nota pública pelo direito de ser educador/a e exercer a nossa profissão

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Os representantes do Fórum Sindical, entidade a qual o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) faz parte, compareceram a Casa Civil, na manhã desta sexta-feira (07/12), para cobrar esclarecimento...
TCU rejeita subvincular parcela dos precatórios do FUNDEF ao magistério e demais trabalhadores em educação No dia 5 de dezembro de 2018, o Tribunal de Contas da União – TCU decidiu por unanimidade manter...
A comissão especial que analisa a proposta da Escola sem Partido (PL 7180/14) adiou para a próxima terça-feira (11), às 9h, a sessão para votar o relatório do deputado Flavinho (PSC-SP) na Câmara dos...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet) se posiciona contra os professores refazer o trabalho de inserção de dados no Sistema de Gerenciamento Educacional (SGE), da Secretaria Estadual de...
Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, Subsede Betim cobra transparência e diálogo sobre projeto que tramita na Câmara Municipal daquela cidade. No último dia 21 de novembro de...
A prestação de contas do ex-prefeito de Colmeia, Pedro Clésio Ribeiro, referente ao exercício do ano de 2016, deve ser votada nos próximos dias, conforme informações repassadas ao Sindicato dos...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos/as profissionais da educação básica do setor público brasileiro, torna público o seu...
Professora BebelPresidenta da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo) Deputada Estadual eleita O governo golpista de Michel Temer deu mais um passo no seu projeto de destruição do ensino médio no...
Estudantes e professores(as) de cinco escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal e de Regionais diferentes, participaram, na manhã desta quarta-feira (28), do Dia Mundial de Luta contra a Aids. O evento, realizado no...
“A agenda pública da educação legitima que o Estado produza a desigualdade social. Ao congelar os investimentos por 20 anos, coloca em risco o cumprimento do Plano Nacional da Educação, interfere na...
Após denúncia da APP-Sindicato sobre ações de perseguição à atuação de professores(as) em sala aula, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) determinou que o Conselho...
O Sintepe realizou, nesta sexta-feira (30), a Plenária dos/as Administrativos/as em Educação. A discussão foi realizada no auditório do Sindicato e contou com a contribuição da Secretaria para Assuntos...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.