Moção de solidariedade com as famílias dos 43 estudantes desaparecidos no México que, nesse 26 de setembro, completa 3 anos sem explicação das autoridades mexicanas

Publicado em Segunda, 25 Setembro 2017 12:08

banners mocao de solidariedade 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais da educação básica brasileira, torna pública a sua solidariedade COM famílias dos 43 jovens desaparecidos de forma nunca esclarecida na noite do dia 26 de setembro de 2014 em Iguala, no Estado de Guerrero, um dos mais pobres e violentos do México.

Esses 43 estudantes cursavam a Escola Normal Rural Raul Isidro Burgos, uma faculdade de pedagogia em Ayotzinapa com um histórico de lutas e ativismo social. Na fatídica noite de 26 de setembro de 2014, a polícia municipal de Iguala com outros homens armados, vinculados ao crime organizado da região, alvejaram com tiros os ônibus que transportavam os estudantes de forma absolutamente violenta e desproporcional. Ao pararem os ônibus, os estudantes foram colocados em viaturas policiais para nunca mais aparecerem.

Passados 3 anos do seu desaparecimento forçado, exigimos explicações sobre o paradeiro desses jovens e reivindicamos que o Estado mexicano puna rigorosamente os agentes de segurança que participaram desse crime. É intolerável o esquecimento e a indiferença em relação ao desaparecimento desses estudantes, agravado pela completa falta de explicações por parte do governo mexicano.

A escalada de violência no México nos dias de hoje é resultado de mais de uma década de uma política fracassada de combate ao narcotráfico, iniciada quando, ainda no ano de 2006. Ali foi iniciada essa estratégia de guerra do Estado contra o narcotráfico, que já vitimou em pouco mais de 10 anos, mais de 130 mil vidas, entre mortos e desaparecidos. O principal erro dessa estratégia de enfrentamento do crime organizado encontra-se, justamente, no efeito que gerou o total descontrole do Exército e das forças de segurança do país, que carecem de marcos regulatórios de sua atuação, o que termina por contagiar todo o sistema de segurança do país, desde os de nível federal até as polícias municipais.

Não se pode mais tolerar esse descaso com a vida humana. A promoção da paz só encontrará êxito com a justiça social e no estabelecimento de novas relações entre o Estado mexicano e seu próprio povo. Solidarizamo-nos com as famílias dos 43 estudantes desaparecidos e com todo o povo mexicano, e exigimos repostas de seu governo.
Pela aparição com vida dos 43 estudantes! Vivos os levaram! Vivos os queremos de volta!

Brasília, 25 de setembro de 2017
Diretoria Executiva da CNTE/Brasil

 
 
  22/10/2018
Boletim CNTE 823
Brasil tem a chance de mostrar ao mundo como defender a democracia
INFORMATIVO CNTE 823  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 604: Em audiência pública, CNTE reitera posicionamento contrário à BNCC

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A Diretoria do Sintero solicitou uma reunião de urgência com a Secretaria de Estado da Educação para cobrar ações efetivas de combate à violência contra profissionais da educação nas...
Na última quarta-feira (07/11), a Justiça mineira aprovou uma liminar de despejo de 450 famílias sem-terra do acampamento Quilombo Campo Grande, no município de Campo do Meio, no sul de Minas Gerais. Estas famílias...
De cabeça erguida, com a consciência de que a luta nunca deixou de ser feita, trabalhadores e trabalhadoras do município de Maceió decidiram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (13), pelo...
Confira a nova edição do jornal CNTE Notícias sobre o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. A publicação traz dados do Atlas da Violência, informações acerca das...
A professora Ana Cristina Rodrigues é a nova presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam). A eleição teve chapa única e aconteceu ontem, dia 12, em Manaus e no interior. O Sinteam...
Nas redes sociais, o governador disse que falar em “Escola Sem Partido” tem servido para encobrir propósitos autoritários incompatíveis com a Constituição. O governador Flávio Dino (PCdoB) editou...
Contra a ameaça do projeto de lei 7.180/14, da Escola sem Partido, que será levado para votação, na terça-feira (13), às 9h30 (anexoII, plenário 2), em comissão especial na Câmara dos...
O SIMPERE protocolou no Ministério Público, Conselho Municipal de Educação, Câmara de Vereadores e Secretaria de Educação, na tarde desta quinta-feira (08) um abaixo assinado organizado com pais e...
Em reunião solicitada pelo Sinteal, a professora Valéria Correia, reitora da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) conversou, na última sexta-feira (9), com representantes do Sinteal, Adufal, Sintufal e Sintetfal para falar sobre...
247 - O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, classificou como uma "aberração" a decisão do Conselho Nacional de Educação (CNE), de...
O Brasil aparece em último lugar em ranking sobre prestígio do professor. A análise de 35 países aponta que desempenho dos alunos está ligado à forma como a sociedade vê e remunera seus professores. No...
Fotos: Jordana MercadoNo dia em que se encerra o CNE – Conselho Nacional de Entidades da CNTE, em Curitiba/PR, a direção da entidade apresentou ao plenário a Proposta de Planejamento para 2019, bem como o...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.