Moção de apoio à paralisação nacional dos docentes da Colômbia: pela vida e segurança dos/as professores/as

Publicado em Quinta, 19 Julho 2018 15:18

banners mocao de apoio 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE vem a público manifestar o seu mais irrestrito apoio à paralisação nacional do próximo dia 25 de julho, convocada pela Junta Nacional da Federação Colombiana de Trabalhadores da Educação – FECODE. A paralisação nacional do magistério colombiano de 24 horas tomará o país, em todas as suas principais capitais, de marchas à favor da paz, contra a violência perpetrada contra docentes e ameaças às comunidades escolares de várias regiões. Será um dia de manifestação pela vida dos professores e professoras deste país irmão, e também pelo cumprimento dos acordos firmados com o Governo ainda no ano passado e nunca respeitados.

Ainda no começo deste mês de julho, a CNTE também veio a público se manifestar contra a onda de assassinatos de docentes colombianos/as, muitos dirigentes sindicais, que estavam a ocorrer e a estarrecer o mundo e o próprio país. Naquele momento, denunciamos o brutal assassinato de 4 professores/as em diferentes regiões do país, além de atentados a tiros, vindo do próprio Exército Nacional, contra um ônibus que transportava 6 professores e professoras. Desde então, já são 7 assassinatos de educadores/as ou dirigentes sindicais da educação, excluindo outros tantos lutadores sociais de diversos setores da sociedade colombiana. É alarmante o nível de violência a que o país está submetido, não poupando sequer aqueles que fomentam o futuro dos seus jovens e crianças.

Se no começo deste mês de julho de 2018 a CNTE/Brasil manifestou o repúdio à essa crescente onda de violência, os/as educadores/as brasileiros/as manifestam, agora, o seu apoio à grande paralisação nacional de todo o magistério do país. A solução para esse quadro alarmante de violência vivenciada pelos/as colombianos/as não pode ser o medo. É fundamental que toda a comunidade educacional do país se mobilize para repudiar a onda de assassinatos e para exigir paz e segurança. Pela vida das professoras e professores colombianos/as!

A reversão desse quadro de violência só virá com o advento da justiça social, que passa pelo cumprimento dos acordos firmados entre a FECODE e o Governo, descumpridos desde o ano passado, perpetuando um quadro de precariedade absoluta na educação pública do país. É urgente a melhora das condições da educação pública colombiana! É evidente que a falta deliberada de investimentos públicos no setor da educação se presta a fomentar o seu processo de privatização, o que não é um caso isolado: toda a região, inclusive o Brasil, já conhece essa receita aplicada pelos governos neoliberais. E esse quadro de falta de investimentos cria as enormes deficiências na infraestrutura e no transporte escolar do setor da educação colombiana, por exemplo.

Por isso tudo, os/as educadores/as brasileiros/as se solidarizam com a Paralisação Nacional do Magistério do próximo dia 25 de julho. Pela vida dos/as professores/as e pelo cumprimento dos acordos. Só a educação pública de boa qualidade eleva a vida de um povo e de um país. Que as ruas colombianas sejam tomadas por educadores nesse próximo dia 25 de julho!

Brasília, 19 de julho de 2018

Diretoria Executiva da CNTE

 
 
  10/12/2018
Boletim CNTE 824
É urgente que as entidades educacionais se manifestem contra a aprovação sorrateira da nova BNCC do Ensino Médio
INFORMATIVO CNTE 824  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 606 - Vitória: projeto "Escola Sem Partido" é arquivado

 
 

Parlamentares, educadores/as, estudantes e sociedade derrotam o projeto da Lei da Mordaça na Câmara dos Deputados: uma vitória da resistência!

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O Sinteal abriu suas portas, na tarde desta quinta-feira (13/12), para receber centenas de crianças (e familiares) do bairro do Mutange (e entorno), que participaram do já tradicional “Auto de Natal”, que teve...
A prefeita de Guaraí, Lires Ferneda (PSDB) se nega a responder onde foi parar o saldo dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), referente ao ano de 2017. Segundo...
Eleita, nesta quarta-feira (12.12), a nova gestão do Conselho Estadual Alimentação Escolar para mandato 2018 a 2022. Ao todo 28 membros, entre titulares e suplentes, representando quatro segmentos da sociedade (Poder Executivo,...
O Sind-UTE/MG – Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, vem a público, repudiar a decisão do Governo do Estado, em dar tratamento diferenciado para o pagamento de salários a...
Em contato que manteve nesta quarta-feira, 12/12, com o Chefe de Gabinete da Secretaria Estadual da Educação, a Presidenta da APEOESP, Maria Izabel Azevedo Noronha - Professora Bebel*, obteve a realização de uma...
Professora BebelPresidenta da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de SP)Deputada Estadual eleita O arquivamento da tramitação do projeto da “escola sem partido” na comissão especial da Câmara dos...
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado A Comissão de Educação do Senado Federal iniciou hoje a discussão do PLC 88/2018 (oriundo do PL 1.287/11, da Câmara dos Deputados), que estabelece diretrizes para a...
“Eu sou aquela mulher  a quem o tempo muito ensinou. Ensinou a amar a vida E não desistir da luta, recomeçar na derrota, renunciar a palavras e pensamentos negativos. Acreditar nos valores humanos e ser otimista.” Cora...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais da educação básica pública brasileira, vem a público exigir...
A defesa dos direitos dos trabalhadores deverá enfrentar muitas dificuldades no cenário político que se aproxima, em 2019. A análise é da Secretária de Finanças da CNTE - Confederação...
Nesta segunda-feira (10/12), a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) promoveu um debate em comemoração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, instituída...
Texto e fotos: Jordana Mercado Após dois dias (06 e 07) de debates e reflexão, encerrou-se hoje, em Curitiba-PR, o encontro do Coletivo de Mulheres da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.