Goiás repetiu o feito e, assim como em 2017, foi um dos dois únicos estados brasileiros que cumpriu as metas de aprendizagem e aprovação no ensino médio público em 2019, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta terça-feira (15). O Estado assumiu a primeira colocação na pesquisa.

O SINTEGO, como entidade que representa os/as trabalhadores/as da Educação Pública de Goiás denuncia, mais uma vez, a falta de valorização e reconhecimento dos/as profissionais que proporcionam e possibilitam tais resultados, mesmo com tantas dificuldades impostas por quem deveria oferecer oportunidades para a melhor qualidade de ensino.

Professores/as e administrativos/as da Educação sofrem com a falta de pagamento adequado, tanto Piso Salarial como Data-Base não tiveram o reajuste previsto por lei aplicados nos últimos dois anos. Atualmente, com a pandemia de Covid-19, as condições de trabalho seguem precárias, com atraso no vale-transporte, complicação nas modulações, progressões congeladas, servidores/as expostos aos riscos de contaminação da doença, sem qualquer respaldo do poder público e ainda prejudicados pela Reforma da Previdência Estadual, que praticamente inviabiliza a aposentadoria digna.

O Governo de Goiás tem como obrigação o reconhecimento dos/as profissionais da Educação, que se dedicam e comprovam os resultados do trabalho que desempenham com melhoras significativas nas avaliações nacionais.

Destacamos o empenho e dedicação dos/as servidores/as da Educação durante a pandemia que deve refletir na próxima avaliação, em 2021. Essa é mais uma oportunidade para cobrarmos da administração estadual o direito garantido de professores/as e administrativos/as, que merecem serem valorizados por seu desempenho profissional.

RESPEITEM OS/AS TRABALHADORES/AS DA EDUCAÇÃO!

Ideb 2019

Em uma escala que vai até 10, Goiás subiu de 4,3 para 4,7, superando a meta fixada para o Estado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que era de 4,4. Conforme o estudo, mais de 90% dos municípios goianos apresentam desempenho superior a 4,2. Em relação ao ensino fundamental I e II, Goiás também superou a meta.

Para o Ideb, estudantes passam pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em língua portuguesa e matemática nos ensinos fundamental e médio.

O Sintego cobra respeito aos direitos dos profissionais da Educação. “Nossa parte estamos fazendo, com dedicação e compromisso, comprovado pelo Ideb, agora falta o governo fazer a sua parte e pagar o que nos deve: Piso, carreira e Data Base!", afirma a presidente do SINTEGO, professora Bia de Lima.

(Sintego, 15/09/2020)