RETROCESSO

2019 08 07 funcionario educa editado

A reunião do Coletivo de Funcionários/as da CNTE Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) que terminou hoje (7), em Curitiba-PR, oportunizou um debate bastante esclarecedor sobre o cenário atual enfrentado pela classe trabalhadora.

Num dia que acordou ao sabor da votação do 2o turno da Reforma da Previdência na calada da noite, o Presidente da APP Sindicado do Paraná, Hermes Leão, conduziu o grupo por uma retrospectiva do último período. Numa narrativa do golpe que, segundo ele, continua com desdobramentos, ele definiu o recente período eleitoral como um dos atos desse golpe, onde um candidato que nunca foi liderança alguma chegou à presidência da república. “Estamos vivendo o resultado de um processo eleitoral sequestrado pelo capital financeiro, e uma crise ética generalizada com ausência de valores e princípios”, disse.

Ele ainda defendeu que a Educação e a Juventude, juntas e articuladas, são a tônica capaz de dialogar com a sociedade e que, aproveitando as contradições tão evidentes, podem acumular forças para defender todas as políticas públicas que estão sob ataque. “É nossa responsabilidade como educadores e dirigentes sindicais compreender e assumir o protagonismo que esse ciclo histórico exige de nós”, concluiu o professor.

O Secretário de Funcionários/as da Educação da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), Zezinho Prado, avaliou que a reunião foi um instrumento importante de reflexão e planejamento. Entre os encaminhamentos, foi apontada a intenção de nomear o Coletivo com o nome “Jocilene Barboza dos Santos”, que foi uma lutadora incansável pelos direitos dos funcionários/as da educação e que faleceu precocemente em dezembro do ano passado; como também solicitar que o próximo Encontro de Funcionários/as seja feito no Mato Grosso, estado de origem da referida companheira.

O Coletivo reafirmou o compromisso de apoiar todas as ações da CNTE na luta pela implementação pelo FUNDEB permanente e contra a Reforma da Previdência e, finalmente, os participantes apontaram a necessidade de reforçar as ações de celebração do dia 16 de maio que é o Dia Mundial do Funcionário de Escola.

Participaram da reunião de trabalho 34 representantes dos seguintes sindicatos afiliados à CNTE: AFUSE, APP Sindicato, CPERS, FETEMS, SEPE/RJ, SINDIUPES, SINDIUTE/CE,
SINPROESEMMA, SINPROJA, SINTAB, SINTE/PI, SINTE/RN, SINTEAC, SINTEAL, SINTEGO,SINTEP/MT, SINTEPE, SINTERO e SISE.

Texto e foto: Jordana Mercado