2019 08 02 paralisação geral fortaleza

Nesta sexta-feira (2), Anizio Melo, presidente do Sindicato Apeoc e da Fetene, e Aurélio Matias, diretor de Formação Sindical, protocolaram no gabinete do governador Camilo Santana e na secretaria da Educação, um documento oficializando a Paralisação Geral do dia 13 de agosto.

Seguindo as deliberações da CNTE e UNE, que organizam a Marcha da Educação em todo o país, e referendado pela direção do Sindicato APEOC, foi oficializado ao governo estadual e à SEDUC, que os profissionais da Educação da rede estadual paralisarão as atividades no próximo dia 13 de agosto, terça-feira, para ir às ruas lutar por mais financiamento para Educação, pela aprovação do Novo FUNDEB, pela homologação do Concurso para professor, contra a DEFORMA da Previdência e os cortes na Educação.

“Aqui em Fortaleza, no dia 13, estaremos na Praça da Gentilândia, a partir das 8 da manhã. Professores, estudantes e trabalhadores unidos na luta em defesa da Educação, da soberania e da democracia do nosso povo”, afirmou Anizio Melo.

Fonte: Apeoc (02/08/2019)