2020 07 09 giro sintern

O SINTE/RN (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte) está fazendo uso de espaço em um canal de televisão e duas rádios para denunciar à população de Natal (capital do RN) a postura de descaso por parte do prefeito Álvaro Dias para com a educação. Na peça publicitária, o Sindicato mostra que o Chefe do Executivo prometeu, em uma rádio local, no dia 25 de maio, chamar o Sindicato para audiência virtual com vistas a tratar do Piso Salarial 2020.

No entanto, até o fechamento desta matéria os dirigentes da entidade sequer receberam uma sinalização de data. Ou seja, há mais de 40 dias o Sindicato espera que o Prefeito cumpra o que prometeu e reabra as negociações, paralisadas ao menos desde março, mas que se arrastam desde janeiro.

O VT/Spot ficará no ar entre 07 e 13 de julho, nas rádios 91 e 96 FM e TV Ponta Negra, em horários distintos. Assista ao vídeo AQUI.

LUTA PELO PISO SALARIAL 2020 SE ARRASTA DESDE JANEIRO

Desde janeiro o SINTE/RN tem buscado da Prefeitura o reajuste do Piso. Em fevereiro, de forma não oficial, a Secretária de Educação apresentou uma proposta que não contemplava a totalidade da correção, não citava retroativo e excluía os aposentados e pensionistas. A proposição foi rejeitada pelos professores em assembleia antes da pandemia da Covid-19. À época a categoria se preparou para entrar greve, mas abortou a ideia em virtude do novo Coronavírus.

Apenas em 17 de março, um dia antes de fechar a sede estadual, a direção do SINTE/RN recebeu a proposta oficial, que era igual ao apresentado pela Secretaria Municipal de Educação (SME) anteriormente. De imediato o Sindicato informou ao município que os professores disseram não a proposição e começou a buscar uma audiência virtual para seguir negociando. Mas foi ignorado.

No início de junho, após mais de dois meses de silêncio, o município finalmente prometeu que receberia o Sindicato virtualmente. Mas a promessa não foi cumprida. Diante disso, ao menos duas vezes dirigentes foram obrigados a quebrar o isolamento social para ir pessoalmente até a Prefeitura e a Secretaria de Educação. Contudo, só ouviram mais promessas, que novamente foram descumpridas.

(SINTE/RN, 08/07/2020)