Os professores municipais de Santa Maria entram em greve ambiental nesta terça-feira (18). O movimento é uma decisão da assembleia do Sinprosm, realizada em 10 de maio, contra o retorno às atividades presenciais nas escolas sem a imunização da categoria e da comunidade escolar. Não há interrupção das atividades remotas.

O levantamento do comando de greve até a tarde desta segunda-feira (17) indica que aproximadamente 65% dos professores municipais não seguirão o calendário de retorno proposto pela administração municipal em razão da greve ambiental. Das 80 escolas da rede municipal, em 52 a adesão será total.

Há ainda escolas que estão em obras ou não tiveram seu plano de contingência aprovado, ficando impossibilitadas de reabrir. Os docentes destas escolas não estão contabilizados no percentual de adesão.

O comando de greve tem participado de reuniões com as escolas e o que se percebe é o receio com a possibilidade de retorno. “Ouvimos relatos preocupantes de escolas sem a estrutura necessária e professores amedrontados em voltar em meio a essa situação, onde os números estão longe de serem tranquilos”, confirma a coordenadora de Comunicação e Formação Sindical do Sinprosm, Celma Pietczak.

(SINPROSM/RS, 17/05/2021)