Mais uma vez, o secretário de Educação do Estado demonstra sua total falta de respeito com os professores e professoras. Sem nenhuma preocupação, deixou de pagar aos docentes com duas matrículas as horas trabalhadas no mês de junho.

De acordo com e-mails enviados pela SEECT, já no final do mês, o corte se trata de uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Quando questionados para apresentar tal recomendação, os assessores do secretário simplesmente não apresentam nenhum documento.

O secretário de Educação pediu ao coordenador geral do SINTEP-PB até amanhã (02/07) para apresentar uma solução para o pagamento da GHA do mês de junho. Também ficou de apresentar uma justificativa legal para a medida tomada, bem como responder sobre como ficarão as turmas desses professores a partir de segunda-feira (05/07), quando retornaremos do recesso.

Independentemente da reposta do secretário, sabemos que as horas trabalhadas no mês de junho devem ser pagas. Exigimos do Governo do Estado o pagamento da GHA de junho em folha extra. Caso não seja anunciado pagamento, acionaremos a Justiça para garantir o direito dos professores e professoras. O secretário de Educação e sua equipe vêm acumulando "erros" e medidas administrativas que prejudicam os profissionais da educação.

Exigimos respeito!

(SINTEP-PB, 02/07/2021)