WhatsApp Image 2022 05 09 at 22.24.32

Representando a Regional de Dianópolis, o presidente do Sintet José Roque Santiago e o diretor de Assuntos Municipais, Joelson Pereira, conduziram uma assembleia na última terça-feira (10), no município de Taguatinga, onde o prefeito se nega a valorizar o quadro do magistério, obrigando a categoria a construir o movimento paredista.

A categoria reivindica o cumprimento da lei do piso do magistério n° 11.738/2008, que estabelece o reajuste do piso. Em 2022, o reajuste, segundo portaria do governo federal, é de 33,24%, com base em janeiro de 2022.

“Já são cinco meses de atraso do reajuste do piso, e o prefeito se nega a cumprir. Estamos cobrando o direito prescrito em lei, buscando o diálogo com a gestão, em não ocorrendo acordo, vamos procurar outros meios, seja um movimento paredista, seja via judicial, não vamos abrir mão dos nossos direitos”, disse José Roque.