2022 11 14 giro mt

Projeto de lei 355/2021 foi apresentado para seguir orientação da extrema direita que acha que resolve os problemas sociais armando a população

Justificado por uma onda de violência nas escolas públicas, mesmo sem apresentar dados concretos sobre a realidade de Mato Grosso, o deputado estadual, de extrema direita, Gilberto Cattani (PL) tenta emplacar policiamento armado nas escolas e uso de detectores de metais na entrada e saída de estudantes e profissionais da educação, das unidades públicas do estado. Apesar do PL 355/2021, que trata do tema, ganhar aprovação da maioria dos parlamentares em votação esta semana (09/11), na Casa de Leis, o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) alerta para mais uma possível legislação inconstitucional.

“O projeto de Lei, além de inconstitucional, por apresentar despesas para os governantes, não aponta a fonte de recurso para custeio de tal ação. Bem como, retira das ruas praticamente 1000 polícias militares para atuarem como vigilantes das unidades escolares”, o presidente do Sintep-MT, Valdeir Pereira.

Leia mais: https://shre.ink/10mP

(Sintep/MT, 11/11/2022)