PENDÊNCIAS

 Sintep MT 19.01

Sintep-MT está na expectativa de que governo responda pautas de direitos dos trabalhadores da educação estadual. Foto: Sintep-MT 

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) terá audiência com a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT), no próximo dia 20 de janeiro, a partir das 14h30, na sede do Sintep-MT, em Cuiabá. Na pauta, além das pendências do governo com a categoria, entre elas a pauta salarial e a defasagem do Piso Salarial Profissional Nacional, se somará o novo cenário de organização da oferta da política educacional e de valorização dos profissionais da educação, ocorridas no início do ano de 2023.

Para o presidente do Sintep-MT, Valdeir Pereira, no próximo dia 20 de janeiro, a partir das 14h30, na sede do Sintep-MT, em Cuiabá. Na pauta, além das pendências do governo com a categoria, entre elas a pauta salarial e a defasagem do Piso Salarial Profissional Nacional, se somará o novo cenário de organização da oferta da política educacional e de valorização dos profissionais da educação, ocorridas no início do ano de 2023.

Valdeir Pereira destaca que a pauta encaminhada precisa ser respondida, por escrito, pois se tratam de questões administrativas que exigem apontamentos. “A expectativa da categoria é que a Seduc-MT venha para mesa de negociação com proposições aos pontos já recorrentes na pauta sindical, tendo como destaque o incremento imediato do percentual do PSPN, inclusive os da atualização do reajuste do PSPN já anunciado para 2023”, afirmou.

Das pautas destacadas pelo Sintep-MT estão: Profuncionário; Cancelamento do confisco dos aposentados/as e pensionistas com a taxação apenas para os valores que ultrapassarem teto RGPS; Concurso Público; Gestão Democrática; e diversos pontos sobre a organização do ano letivo de 2023.

A reunião do Sindicato com o gestor da pasta da Educação deverá ser um ponto de partida para os enfrentamentos da luta sindical em 2023. Uma categoria que inicia o ano com perdas salariais e ataques contínuos às conquistas e direitos da carreira.

Pela Assessoria de Imprensa do Sintep-MT (18/01/2023)