O Sintero promove nesta quinta-feira (8), com início às 8h, o 1º Encontro Estadual de Técnicos Educacionais.

O evento será realizado no auditório do Sintero, na Sede Administrativa, em Porto Velho, sob a coordenação da Secretaria de Funcionários de Escolas, e terá como tema: "Terceirização, Não! Valorização, Sim!"

A Secretária Geral da CNTE, Fátima Silva, foi convidada para proferir a palestra com o tema central; o Secretário de Funcionários da Educação, da Diretoria Executiva da CNTE, José Bueno do Prado "Zezinho", foi convidado para proferir palestra sobre a atuação e a valorização dos Técnicos Educacionais; e a ex-senadora Fátima Cleide foi convidada para fazer uma análise da atual conjuntura no estado.

Segundo a secretária de Funcionários de Escolas, da Diretoria Executiva do Sintero, Rosimar Nunes dos Santos, o evento também demonstrará a luta do Sintero em defesa dos Técnicos Educacionais, seja nas campanhas salariais, em busca de valorização ou no seu reconhecimento como educadores, profissionais da educação.

O presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva, disse que uma das mais acertadas decisões até hoje foi a unificação da categoria dos profissionais da educação com professores e técnicos. "Assim nós temos mais força para lutar por toda a categoria", disse.

Ele lembrou que muitas das gratificações conquistadas para os professores também beneficiam os Técnicos devido a essa unificação, como a gratificação de unidade escolar, auxílio alimentação e gratificação de escolarização. "Recentemente pagamos aos Técnicos Educacionais o precatório da ação do salário mínimo beneficiando mais de 5 mil servidores com o pagamento de mais de R$ 34 milhões", destacou o presidente do Sintero.

"Mas a nossa luta por valorização não termina por aí. Lutamos por um piso salarial para a categoria, contra a terceirização dos serviços nas escolas que além de abrir espaço para o superfaturamento e a corrupção, ameaça os cargos e as funções dos técnicos, e por mais valorização", finalizou Manoel Rodrigues da Silva.

(News Rondônia, 05/06/2017)