banners mocao de apoio 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, torna público o seu mais irrestrito APOIO aos trabalhadores em educação do Estado do Piauí e ao seu combativo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí – SINTE/PI.

Em assembleia com a presença massiva dos educadores do Estado no dia de ontem (27/02), os professores e funcionários de escolas decidiram repudiar a alternativa dada pelo Governo do Estado em conceder o reajuste pendente de 2017 e o desse ano em forma de aumento no auxílio-alimentação da categoria. É incrível a existência de gestores públicos – no caso o governo estadual do Piauí - que ainda insistem em mecanismos de composição de conflito que não estão à altura da inteligência do interlocutor – que, nesse caso, são os trabalhadores em educação do Estado.

A luta por reajuste salarial encampada por esta greve não titubeia em aceitar qualquer outra forma de honrar a dívida com a categoria se não for por meio do reajuste aplicado no seu salário. Todos sabem que aumento no auxílio-alimentação não é levado para a nossa aposentadoria. Todos sabem que esse mecanismo só serve aos governos, e não aos trabalhadores. É fundamental que o governo estadual encontre arranjos orçamentários para dar conta dessa importante dívida com os seus educadores.

Além da participação massiva dos educadores na Assembleia de ontem, o que representa bem o atual estado da greve, impactando na suspensão das atividades de trabalho de mais de 90% dos trabalhadores em educação do Estado, a novidade ficou por conta do apoio fundamental dos estudantes. Eles compareceram na Assembleia e, nas suas falas, ressaltaram o apoio ao movimento grevista dos trabalhadores. E se não bastassem essas importantes palavras de apoio na Assembleia da categoria, eles marcaram para o dia de hoje uma grande manifestação para deixar claro, a toda sociedade, de que lado os estudantes estão. É muito importante a unidade na luta entre trabalhadores e estudantes. As grandes conquistas foram assim alcançadas: em momentos decisivos, a unidade alcançou o entendimento de que uma remuneração justa aos trabalhadores é também o caminho para uma boa educação pública.

Todo apoio aos trabalhadores em educação do Estado! Todo apoio ao combativo SINTE-PI!! Colocamo-nos à disposição no que puder para auxiliar essa luta que se anuncia, desde já, vitoriosa!

Brasília, 28 de fevereiro de 2018

Diretoria Executiva da CNTE