INFORMAÇÃO

 

banner site cnte 2019 bannersO Conselho Nacional de Entidades – CNE, instância deliberativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, que reuniu em Curitiba/PR no dia 26 de junho de 2019 suas entidades de base filiadas de todo o Brasil, APOIA de forma contundente o jornalista estadunidense Glenn Greenwald, do sítio eletrônico The Intercept, responsável pelas revelações do vazamento das trocas de mensagens dos principais operadores da Operação Lava jato, em uma série de reportagens que ficou conhecida na imprensa nacional mundial como Vaza Jato.

Nesse dia 09 de julho, quando se completa o primeiro mês desde que foram tornadas públicas as conversas entre os procuradores e o então juiz Sergio Moro, hoje Ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, a solidariedade e apoio ao jornalista e a toda equipe que compõem a redação do The Intercept torna-se imprescindível. Os ataques ao material publicado e à própria imagem do jornalista revelam, por si só, a importância do conteúdo do que vem abalando a imagem da justiça brasileira em todo o mundo: o conluio entre juiz e procuradores desnuda o seu caráter persecutório e indica claramente aquilo que sempre foi o objetivo principal da Operação, que era a interdição da campanha presidencial do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Mesmo que esse não seja o objetivo principal de todo o conjunto de vazamentos da série jornalística Vaza Jato, fica evidente o processo viciado e orientado a prender e encarcerar o maior líder popular vivo desse país. E assim todo o roteiro foi cumprido: em uma celeridade atípica dos trâmites judiciais, todo o processo contra Lula está eivado de perseguição e foi feito sob medida do calendário eleitoral brasileiro, de modo que fosse possível interditar a sua candidatura e prendê-lo a tempo de não concorrer às eleições de 2018. Como recompensa, o então juiz-herói, incensado pela nossa grande mídia corporativa durante anos, torna-se ministro do governo que ajudou a eleger, com promessa de ser indicado e conduzido à vaga do Supremo Tribunal Federal assim que fosse possível.

A coragem desse jornalista que sofre agora a investida dura dos aparelhos de segurança estatais, em especial da Polícia Federal, que promete investigar a vida de Glenn, merece todo o nosso respaldo, solidariedade e apoio.

Curitiba, 09 de julho de 2019

Conselho Nacional de Entidades - CNE da CNTE

NOTÍCIAS RELACIONADAS: