CONGRESSO MUNDIAL DA EDUCAÇÃO

2019 07 23 heleno nobeldapaz
Kailash Satyarthi, laureado com o Prêmio Nobel da Paz por sua luta contra a exploração de crianças e jovens e o direito de todos à educação, esteve presente no 8º Congresso Mundial da Educação. “Esta sala está cheia de fogo e luz, porque você simboliza faíscas e ignição”, discursou Kailash Satyarthi aos mais de 1400 professores e educadores que enchiam a sala. Satyarthi recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2014 por esse trabalho contra o trabalho infantil e apoiou a Internacional da Educação e a luta pelo acesso à educação de qualidade por décadas.

O presidente da CNTE, Heleno Araújo, conversou com Kailash e agendou com ele atividades no Brasil no mês de outubro, em Brasília, e em dezembro, no Movimento Pedagógico Latino Americano, em Curitiba (PR). 

Desigualdade em ascensão

Satyarthi compartilhou dados que provam um aumento “inaceitável” da desigualdade: 428 milhões de crianças com menos de 10 anos de idade vivem em pobreza multidimensional; dos 1,3 bilhão de pessoas em todo o mundo que vivem nessa condição, mais da metade tem menos de 18 anos. “As crianças estão sofrendo o impacto da desigualdade em todos os lugares”, afirmou.

Ele lamentou que a situação global não aponte para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável adotados em 2015, especialmente no que se refere à meta de alcançar educação gratuita de qualidade para todos. Espera-se que um quarto dos adolescentes esteja fora da escola até 2030, e o mundo precisa de mais 69 milhões de professores qualificados. A falta de vontade política e o impulso para a privatização da educação estavam no caminho da justiça e do progresso, disse ele. Satyarthi concluiu seu discurso com um chamado à ação: “Você não pode esperar que um herói desça. Você é esse herói. Você é essa mudança. Vocês são os líderes".

Sobre o 8º Congresso Mundial da Educação
Com o tema “Educadores e seus sindicatos assumindo a liderança”, o congresso acontece em Bangkok, na Tailândia, teve início no dia 17 de julho e vai até o dia 26 de julho (sexta-feira). O evento tem como finalidade determinar as políticas, princípios de ação, programa e orçamento da Internacional da Educação (IE), e elege o presidente, vice-presidentes e secretário-geral, bem como outros membros da Diretoria Executiva da IE. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) participa do evento com uma comitiva. Participam do evento o presidente da CNTE, Heleno Araújo, a secretária geral Fátima Aparecida da Silva e o vice-presidente mundial da IE e secretário de Relações Internacionais da CNTE, Roberto Franklin Leão.


Com informações da Internacional da Educação




NOTÍCIAS RELACIONADAS: