PRESSÃO

 

2020 04 07 mensagem heleno araujo sindiutemg

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema vem utilizando recursos da Educação para o pagamento integral de outras categorias igualmente importantes, sem oferecer aos trabalhadores em educação nenhuma previsão de quando poderá remunerá-los. De acordo com o Sindiute-MG, até o momento, mais de 40 mil trabalhadores e trabalhadoras em educação sequer receberam o 13º salário de 2019.

Em mensagem de vídeo, direcionada ao Sindiute-MG e a toda a categoria, o presidente da CNTE, Heleno Araújo, avalia: "É inaceitável essa postura do governador Zema de colocar o pagamento dos salários dos profissionais da educação sem previsão de data. Não foi alterado o repasse a cada 10 dias dos recursos do Fundeb para o governo do estado". Para ele, estamos numa quarentena, em casa, mas é possível sim fazer a mobilização virtual necessária para que o governo cumpra a lei e pague os salários dos profissionais da educação em dia: "Isso é fundamental e importante. Por isso contem conosco da CNTE".

>> Clique aqui para acessar o vídeo na íntegra