FORA BOLSONARO

 

2020 06 26 stop bolsonaro 28junho

STOP Bolsonaro é a mensagem que ecoará em todo planeta no próximo domingo (28). Organizado por militantes, movimentos sociais e sindicais da Europa, o protesto, que vai acontecer nas ruas e nas redes, é uma aclamação para parar o presidente do país, classificado como o pior chefe de Estado no combate e controle da pandemia do novo coronavírus. Além de ceifar vidas, destruir direitos dos brasileiros e ser uma ameaça para o planeta dia após dia, afirma uma das chamadas do movimento.

A mobilização já está confirmada e organizada em mais de 63 cidades de 24 países, como Alemanha, Áustria, Argentina, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Itália, México, Nova Zelândia, Portugal, Inglaterra, Suíça e Uruguai. O movimento ganhou até uma página na internet.

“Onde houver possibilidade de ter manifestação presencial terá, principalmente nos países da Europa, mas lógico, seguindo todos os protocolos de proteção e segurança. E onde não puder, como é o caso do Brasil, o protesto será feito pelas redes sociais e mídias digitais”, afirmou o secretário de Relações Internacionais da CUT, Antônio Lisboa.

Segundo ele, vai ter live, tuitaço e mobilização nas redes sociais durante o dia todo para denunciar as ações fascistas deste governo e também o seu estilo neoliberal piorado de comandar um país, entregando suas riquezas e explorando seus trabalhadores e trabalhadoras, mesmo durante a pandemia.

“Este movimento vai usar o Bolsonaro como símbolo do que há de pior nos governos da ultradireita, que retira direitos e só pensa na economia enquanto deveria lutar no combate à doença e ajudar milhares de trabalhadores e trabalhadoras que estão vulneráveis neste momento tão delicado que o mundo vive”, disse Lisboa.

E ele cita como exemplo a entrega nossa água e nosso saneamento, tão importantes para sobrevivência humana, e na proteção e segurança contra a covid-19, para o capital financeiro, enquanto em diversos locais do mundo estão reestatizando o setor. E ainda, o dirigente ressalta, é um governo fascista, autoritário, contra os pobres, direitos humanos, negros, mulheres, entre outros.

“Eles gritam stop Bolsonaro e a gente reforça por aqui o Fora Bolsonaro e todo este governo, que não fizeram nada para proteger vidas e só estão preocupados em atender o mercado financeiro e vender nossas riquezas”.

“A CUT se junta ao movimento por entender que a democracia, o direito e a vida da classe trabalhadora estão em risco e precisamos parar Bolsonaro”, finaliza Lisboa, que gravou um vídeo convocando toda população para o protesto.

“Você poderá participar de qualquer lugar do mundo, no Brasil, nas redes sociais, pelo Twitter, Instagram e Facebook. Conto com a manifestação de todos para que a gente possa derrubar esse governo fascista do Brasil e garantir a democracia do nosso país”, conclui o dirigente no vídeo.

Para saber onde terá e como será a mobilização, é só clicar aqui.

(CUT Brasil, Érica Aragão, 26/06/2020)