ESPERANÇA

 2022 08 12 dia internacional da juventude

Neste Dia Internacional da Juventude, celebrado no dia 12 de agosto, não se tem muito a comemorar quando se fala em Educação, Trabalho e Democracia. A taxa de desemprego recorde do país afeta muito mais os jovens, a educação nunca foi tão atacada, e a Democracia corre sérios riscos com o atual governo.

A afirmação foi feita pelo secretário de juventude da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), Valdeir Pereira, que ressaltou a importância destes três eixos para os jovens brasileiros.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no primeiro trimestre de 2022, a maior taxa de desemprego, cujo valor atinge 36,4%, está no grupo de 14 a 17 anos, seguido da faixa etária de 18 a 24 anos com 22,6%.

Para Valdeir Pereira, criaram um abismo entre a sobrevivência e as condições de vida da juventude, “sem contar com as condições da carestia dos alimentos e a precarização das universidades públicas, que não têm condições de investimento no ensino, na pesquisa, extensão e políticas afirmativas para permanência da juventude na educação”.

A presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, Jade Beatriz, concorda com Valdeir e ressalta que a falta de emprego de qualidade, em contraponto à uberização, a ausência de perspectivas no país e a violência assolam ainda mais fortemente a juventude negra, com perda de renda e crise, afetando sobrevivência, com fome e miséria.

“Quando pensamos em celebrar essa data é pensando no jovem como um pilar da sociedade, atuante para o futuro. É a esperança que nos move e a educação tem um papel essencial para formar e estabelecer o jovem como esse sujeito crítico e de transformação”.

Valdeir destacou que há pouco a que se comemorar neste Dia Internacional da Juventude, mas que ainda há anseio na juventude brasileira:

“Um dos principais anseios dos jovens é a retomada do processo democrático e da melhoria das condições no mundo do trabalho. O próprio processo de uberização, terceirizações, tentativa de implantação da carteira verde e amarelo, entre outras políticas criaram um abismo entre a sobrevivência e as condições de vida da nossa juventude”.

Quando se fala em como garantir melhores condições de vida para a juventude e toda população brasileira, Jade, no artigo “Estudantes pela Democracia” afirmou que “para vencer a fome, a exclusão e a precarização galopante da vida dos mais pobres, para recuperar nossa auto estima, soberania e perspectiva de crescimento humano e para fazer valer nosso futuro a partir da bravura do nosso presente é preciso ter democracia e estar nas ruas para defendê-la, se for preciso. Nos verdes sentimentos de Milton, entre folhas, coração, juventude e fé. Vamos à luta!”.

Sobre o Dia Internacional da Juventude

O Dia Internacional da Juventude foi criado em 1999 pela Organização das Nações Unidas (ONU), como uma celebração anual do papel essencial dos jovens para gerar mudanças e também aumentar a conscientização sobre os desafios e problemas enfrentados pela juventude mundial. A definição da data foi uma consequência da Conferência Mundial dos Ministros Responsáveis pelos Jovens, em Lisboa, Portugal, que aconteceu no ano anterior.

No Brasil, o dia 12 de agosto entrou para o calendário por meio de Decreto de Lei 10.515/2002. A data serve para homenagear os jovens e destacar o papel importante que eles têm na sociedade, além de dar maior visibilidade aos problemas enfrentados pela juventude, como más condições de vida, educação e saúde de baixa qualidade, desrespeito aos direitos e dificuldade em entrar no mercado de trabalho, por exemplo.

Segundo as Nações Unidas, o mundo tem 1,2 bilhão de pessoas entre 15 e 24 anos ou 15,5% da população global. Neste 12 de agosto, a organização celebra o Dia Internacional da Juventude, em eventos liderados pelo Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa.

Em 2022 o tema é “Solidariedade entre gerações: criando um mundo para todas as idades” para combater o etarismo e construir pontes entre as gerações. Segundo os organizadores, os problemas do mundo são muito vastos para que qualquer grupo etário fique de fora das soluções. A data quer alinhar todas as gerações para poder avançar na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável com o relatório do secretário-geral da ONU, “Nossa Agenda Comum”. O documento convida os legisladores a ouvir e incluir os jovens em suas políticas.

dia internacional da juventude card quadrado