DESPE

 2022 11 29 site braga
Foto: Renato Braga

As professoras Cida Reis (APP/Sindicato) e Rosane Zan (CPERS) são as novas coordenadoras do Departamento de Especialistas em Educação (DESPE) da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). A mudança foi definida durante a reunião realizada nesta terça (29) em formato híbrido, presencialmente em Brasília, e online pela plataforma Zoom.

A secretária geral da CNTE, Fátima Silva, propôs essa coordenação compartilhada considerando que haverá uma nova dinâmica de produção do DESPE junto a direção da confederação, com a reativação das atividades junto ao poder executivo.

“O desafio é enorme. É importante o departamento atuar junto com orientadores e supervisores das escolas a buscarem os alunos. Houve uma evasão escolar grande e é preciso colocá-los de volta na escola”, relatou Rosane Zan, que é professora da rede estadual há 28 anos e atual tesoureira-geral da direção estadual do CPERS. Foi diretora-geral do 23º Núcleo (São Luís Gonzaga) por três gestões. Para Cida Reis, secretária de formação da CUT/PR e presidenta do núcleo sindical Paranaguá da APP/Sindicato, a expectativa é a de que a coordenação “consiga fazer uma organização do trabalho coletivo na base do DESPE”.

2022 11 29 site despe coordenadoras
Foto: Renato Braga

Conjuntura

O professor Mário Sérgio Ferreira de Souza, atual coordenador do DESPE, abriu a reunião do coletivo destacando a importância do departamento de especialistas em apoiar a direção da Confederação na proposição de políticas públicas para a educação.

O presidente da CNTE, Heleno Araújo, falou sobre o principal desafio deste coletivo que é o de fazer diagnóstico nos estados para ajudar a construir políticas públicas. “O que precisamos no Despe é nos prepararmos para isso, para participarmos ativamente [do governo Lula]. E para levar as ideias da Confederação ao governo federal é preciso que cada entidade nossa possa participar desse processo”, explicou.

O secretário de aposentados e assuntos previdenciários da CNTE, Sérgio Kumpfer, avalia: “É um governo de coalizão ampla e é nesse contexto que vai passar a reconstrução. Quanto mais organizadas nossas entidades, setoriais e coletivos estiverem, melhores serão as nossas contribuições”. Ele registra que a reconstrução é sempre mais lenta: “Cabe ressaltar que a CNTE está fazendo sua parte na transição do governo com todas as propostas historicamente construídas na Conape 2022 e na Carta de Natal, e esse conjunto de ideias de reconstrução da educação básica brasileira está na nossa agenda e no novo governo”.

>> AS FOTOS DA REUNIÃO ESTÃO DISPONÍVEIS NO FACEBOOK - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

2022 11 29 despe renato braga mario sergio
Foto: Renato Braga

Atentado em Aracruz

Os participantes da reunião fizeram um minuto de silêncio pelas vítimas do atentado que ocorreu na última sexta-feira (25) em duas escolas em Aracruz (ES) e que resultou na morte de 3 professoras e uma aluna, além de deixar 13 pessoas feridas. A dirigente do Sindiupes/ES, Sandra Mara Bremer, fez um breve relato sobre a tragédia e desabafou: “Todos estamos sofrendo. O medo se instalou nos professores”.

2022 11 29 reuniao online
Foto: Renato Braga